quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Banda Deafening Noise

0 comentários

Outra banda santiaguense que está trabalhando na produção de seu primeiro disco é a Deafening Noise. O grupo é formado por Henrique Delevati (vocal), Rafael Montanha (guitarra) Alexandre Gulart (bateria) e Rodrigo Nene (baixo) e produz um som que incorpora elementos do metal alternativa e post-grunge. "A proposta da Deafening Noise é unir a experiência individual de cada um dos músicos no desenvolvimento de um som técnico, porém pesado", diz Montanha, que revela que o primeiro álbum da banda, formada no ano passado, deve sair nos próximos meses.

Assista um vídeo da música Jogar Tudo Fora.


Voltar à página inicial.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Últimos livros que li, os que não concluí e os que lerei...

1 comentários
Sempre gostei muito de ler e, quando criança, devorava pilhas e mais pilhas de histórias em quadrinhos. Depois, comecei a ler livros também e cada vez mais a leitura foi se tornando algo essencial para mim. Mas nos últimos anos tinha diminuído bastante meu ritmo, lendo em média uns três livros por ano e algumas revistas mensais, jornais etc. Mas em 2013 pude voltar a ler com maior frequência e mergulhar mais no universo da literatura. Li (alguns reli) ao todo, 18 livros (do começo ao fim). E, iniciei a leitura de outros que, por algum motivo, acabei não concluindo. Geralmente, estou acompanhando uns dois ou três livros (ou revistas) ao mesmo tempo, não me mantendo fiel à uma só leitura. Depende do momento, depende do interesse, depende da simbiose estabelecida com o autor de tal ou qual obra. Então, eis os livros que li no ano passado.

O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde- Ao posar para que um amigo artista eternize a sua beleza numa tela, um jovem fica deprimido com a fugacidade humana e deseja ardentemente ficar jovem para sempre. Sequer imagina que alguma força estranha resolve atendê-lo e manter sua face inalterada, enquanto sua alma vai se corrompendo. Os anos não passam para Dorian Gray, mas o retrato no quadro que mantém escondido denuncia algo tenebroso. Foi o melhor livro que li em 2013.


O Oceano no Fim do Caminho, de Neil Gaiman- Um livro que começa meio na marcha lenta e vai evoluindo até prender o leitor com uma história fantástica, que fala sobre os medos e trabalha com a imaginação onírica do autor inglês.

Millôres Dias Virão, de Breno Serafini- O autor mergulha - e leva o leitor- num profundo estudo da genialidade e versatilidade do humorista e escritor Millôr Fernandes, avaliando as crônicas produzidas por ele na revista Istoé.

Feliz Ano Velho, de Marcelo Rubens Paiva- Sobre o período em que o autor ficou internado por causa de um acidente que o deixou paralítico, sua recuperação, a visão de mundo, suas filosofias, desejos etc.


Uma Prova do Céu, de Eben Alexander III- Gostei de conhecer esse livro, onde o autor, um neurocirurgião americano conta sobre sua experiência de quase morte, o que viu, o que aprendeu. Não é um relato espírita, mas espiritualista, por meio de uma ótica científica.


O Homem Bicentenário, de Isaac Azimov- Sobre a evolução de um robô numa época em que eles são como aparelhos domésticos. Um deles, chamado de Andrew, possui algo que o torna diferente: a consciência.

A Culpa é das Estrelas, de John Green- Não ri, nem chorei, nem me emocionei, apenas achei "okay", o livro que conta a história de amor/amizade de dois jovens com câncer. De qualquer maneira, os três personagens centrais (Hazel Grace, Augustos Water e Van Houten) possuem uma boa interação e conquistam o leitor.

Máquinas que pensam, vários autores- Em 1984, o escritor Isaac Azimov produziu uma coletânea com vários escritores de ficção cientítica. Muitos dos contos foram escritos bem antes da década de 1970, mas enxergam um futuro muito próximo do que se desenham para a humanidade. Pudera. O livro traz visionários como Philip K. Dick, Arthur C. Clarke, Michael Shaara e o próprio Azimov, entre outros.


O Anticristo, de Nietzsche- Uma contundente análise sobre a influência do catolicismo na formação/indução/manipulação do pensamento, por meio da fé em relatos bíblicos e desprovidos de cientificidade.

As Vantagens de Ser Invisível, de Stephen Chbosky- O livro é narrado por meio de cartas que são enviados pelo jovem Charlie para alguém. E ele conta sobre a sua vida, suas aflições, suas expectativas e do quão é difícil ser um adolescente descobrindo o mundo e as decepções que levam à vida adulta. Ora doce, ora amarga, é uma história que faz sorrir e também dá um nó na garganta. 


A Ciência da Burrice, de Jayme Piva- Livro que apresenta uma seleção de crônicas publicadas pelo autor, Jayme Piva em seu blog e também no jornal Expresso Ilustrado. Com uma escrita elegante e inteligente, ele envolve o leitor e convida por um passeio por temas diversos, falando sobre política, religião e até sobre os pentelhos da Nanda Costa. 


Ovelhas Negras, de Caio Fernando Abreu- Apresenta a evolução literária do autor, com vários contos que vão de 1962 a 1995. Todos, com um comentário particular de Caio F, que conta os pormenores acerca da criação de cada um dos contos compilados no livro, escritos entre os 13 anos até os 46.


Poesia, de Froilam Oliveira e Erilaine Perez. Livro dividido em duas partes, sendo a primeira "Margens Impossíveis", com poesias de Froilam Oliveira e "Rosa de Nanquim", com escritos de Erilaine Perez.


Causos do Santiago, de Neltair Abreu- O cartunista Santiago recria histórias que marcaram a sua vida, como espectador ou como ouvinte. Trata-se, portanto, de uma autobiografia em quadrinhos, que faz rir, emocionar, refletir. Lindo trabalho.


Os Incríveis Seres de Dois Mundos, de Delci Jardim- Envolve o leitor em uma jornada mística, acompanhando o descobrimento dos personagens acerca das forças do universo e do papel que representamos, cada um de nós, nessa conexão. Ao mesmo tempo que aprofunda (ou mostra as bases, depende do ponto de vista), da filosofia chamada Moitian.


Um cientista na Cozinha, de Hervé This- O livro mostra que a cozinha é o local de grandes experimentos, mostrando o processo químico por trás do sucesso ou fracasso de cada alimento. Como gosto de cozinhar, adorei o livro. Depois dessa leitura, nunca mais vou achar que fritar um ovo é coisa simples...


Jogos Vorazes, de Suzane Collins- Primeiro livro de uma trilogia, que apresenta um futuro distópico, onde uma nação chamada Panem foi criada depois que a América do Norte se acabou por causa de conflitos. Há uma capital que governa 12 distritos de forma autoritária e anualmente promove os Jogos Vorazes, que é um reallity show transmitido para todo o país que conta com dois tributos de cada distrito. São 24 jovens, de 12 a 18 anos, que se enfrentam numa arena, onde a vitória é a própria vida. E apenas um deles pode sair de lá.


Em Chamas, de Suzanne Collins- Segudo capítulo da trilogia Jogos Vorazes. A personagem principal, Katniss, se torna muito mais do que uma celebridade após vencer Os Jogos Vorazes. Ela se transformou num símbolo de resistência, de que é possível enfrentar o poderio da capital e libertar o povo do sistema ditatorial e de miséria imposta. Mas acaba sendo mandada de volta à arena, onde a capital fará de tudo para destruí-la.

Comecei a ler, mas (ainda) não terminei:

77, de Giovani Pasini; Harry Potter, de J.K.Rowling; Tudo É Eventual, de Stephen King; O Inquietante Perfume de Cravos, de Arlete Gudole; A Arte da Guerra, de Sun Tzu; O Exorcista, de William Peter Blatty; Dom Casmurro, de Machado de Assis; Deus, um Delírio, de Richard Dawkins; Jogo Perigoso, de Stephen King; Educação nos Trópicos: Contribuições da Antropofagia Cultural Brasileira, de Valdo Barcelos; O Diário de um Banana, de Jeff Kinney; Fragmentos, de Caio Fernando Abreu.

E (também) está na minha lista para ler neste ano:

Jogos Vorazes: A Esperança, de Suzane Collins; As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R.R. Martin; O Chamado do Cuco, de Robert Galbraith; Triângulo das Águas, de Caio Fernando Abreu; Millenium-Os Homens que Não Amavam as Mulheres, de Stieg Larsson; Meus Enigmas Favoritos, de J.J.Benitez; Orgulho e Preconceito, de Jane Austen; 2001: Uma Odisséia no Espaço, de Arthur C. Clarke. Entre outros livros que tiveram interesse em "me ler" neste 2014.


Voltar à página inicial.

Nova banda santiaguense

0 comentários

A banda Taciturn Thing surgiu reunindo três músicos santiaguenses: Luiz Paulo Milani (baixo e vocal), Alan Pires (guitarra e vocal) e Marlon Araújo (bateria). Com um estilo musical gothic/doom metal, o grupo apresenta letras que analisam temas existênciais, o que pode ser conferido no single The Son of Nothing, que pode ser baixada no site da banda. É só acessar o thetaciturnthing.wordpress.com e fazer o download gratuito. A produção é da banda e da produtora Manzone Music.

Voltar à página inicial.

Stan Lee: celebridade influente

0 comentários
Uma surpresa na lista das 10 celebridades mais influentes dos EUA, divulgada pela revista Forbes é a presença de Stan Lee. Aos 91 anos, o escritor surge em 9º lugar, consolidado pelo sucesso de seus personagens no cinema. Nos anos 60, ele criou Homem-Aranha, X-Men, Quarteto-Fantástico, Hulk, Thor, Vingadores e outros que arrecadaram bilhões em filmes recentes.

A Culpa é das Estrelas, o filme

0 comentários

Desde que foi lançado no Brasil, o livro A Culpa é das Estrelas, vendeu mais de 500 mil exemplares. E esse sucesso se repete em muitos outros países. Em 2014, chegará aos cinemas um filme baseado no best-seller de John Green. Conta a história de dois adolescentes, Hazel Grace e Augustus Waters, que se conhecem num grupo de apoio a pacientes com câncer e vivem uma história do tipo "eterna enquanto durar". A personagem principal será interpretada por Shailene Woodley (que foi a filha de George Clooney em Os Descendentes). 

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Os indicados ao Oscar 2014

0 comentários

Na manhã desta quinta-feira, a Academia de Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou a sempre muito esperada lista dos indicados ao Oscar. Trapaça e Gravidade receberam 10 indicações, cada e estão entre os que receberam as melhores críticas. Mas isso não significa caminho fácil para as duas produções, que disputam a estatueta principal com outros sete concorrentes que são de muita qualidade. Provavelmente, é a melhor lista de filmes dos últimos anos e isso se reflete também nas demais categorias, desde as técnicas, de atuação, direção, roteiro etc. Da categoria principal, só assisti "Gravidade", por enquanto, das outras categorias assisti Antes da Meia-Noite, Os Suspeitos, O Hobbit: A Desolação de Smaug, O Homem de Ferro 3, Além da Escuridão: Star Trek e O Grande Gatsby. Mas nas próximas semanas vou tentar assistir


MELHOR FILME
"Trapaça"
"Capitão Phillips"
"Dallas Buyers Club"
"Gravidade"
"Ela"
"Nebraska"
"Philomena"
"12 Anos de Escravidão"
"O Lobo de Wall Street"

MELHOR ATOR
Matthew McConaughey, por "Clube de Compras Dallas"
Bruce Dern, por "Nebraska"
Chiwetel Ejiofor, por "12 Anos de Escravidão"
Leonardo DiCaprio, por "O Lobo de Wall Street"
Christian Bale, por "Trapaça"

MELHOR ATRIZ
Cate Blanchett, por "Blue Jasmine"
Meryl Streep, por "Álbum de Família"
Judi Dench, por "Philomena"
Sandra Bullock, por "Gravidade"
Amy Adams, por "Trapaça"

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Barkhad Abi, por "Capitão Phillips"
Bradley Cooper, por "Trapaça"
Jared Leto, por "Clube de Compras Dallas"
Michael Fassbender, por "12 Anos de Escravidão"
Jonah Hill, por "O Lobo de Wall Street"

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Lupita Nyong'o, por "12 Anos de Escravidão"
Jennifer Lawrence, por "Trapaça"
June Squibb, por "Nebraska"
Julia Roberts, por "Álbum de Família"
Sally Hawkins, por "Blue Jasmine"

MELHOR DIRETOR
David O. Russell, por "Trapaça"
Alfonso Cuarón, por "Gravidade"
Alexander Payne, por "Nebraska"
Steve McQueen, por "12 Anos de Escravidão"
Martin Scorsese, por "O Lobo de Wall Street"

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
"Trapaça", escrito por Eric Warren Singer e David O. Russell; Columbia Pictures
"Blue Jasmine", escrito por Woody Allen; Sony Pictures Classics
"Clube de Compras Dallas", escrito por Craig Borten & Melisa Wallack; Focus Features
"Ela", escrito por Spike Jonze; Warner Bros.
"Nebraska", escrito por Bob Nelson; Paramount Pictures

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
"12 Anos de Escravidão"
"O Lobo de Wall Street"
"Antes da Meia-Noite"
"Capitão Phillips"
"Philomena"

MELHOR ANIMAÇÃO
"Os Croods"
"Meu Malvado Favorito 2"
"Ernest et Célestine"
"Frozen: Uma Aventura Congelante"
"Vidas ao Vento"

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
"Alabama Monroe" (Bélgica)
"A Grande Beleza" (Itália)
"A Caça" (Dinamarca)
"The Missing Picture" (Camboja)
"Omar" (Palestina)

MELHOR DOCUMENTÁRIO
"O Ato de Matar"
"The Square"
"Cutie and the Boxer"
"Dirty Wars"
"A Um Passo do Estrelato"

DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM
"CaveDigger"
"Facing Fear"
"Karama Has No Walls"
"The Lady in Number 6: Music Saved My Life"
"Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall"

TRILHA SONORA
John Williams, por "A Menina que Roubava Livros"
Steven Price, por "Gravidade"
William Butler and Owen Pallett, por "Ela"
Alexandre Desplat, por "Philomena"
Thomas Newman, por "Walt nos Bastidores de Mary Poppins"

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
"Alone Yet Not Alone", de "Alone Yet Not Alone" - Música: Bruce Broughton; letra: Dennis Spiegel
"Happy", de "Meu Malvado Favorito 2" - Música e letra de Pharrell Williams
"Let it Go", de "Frozen" - Música e letra de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez
"The Moon Song", de "Ela" - Música de Karen O; letra de Karen O e Spike Jonze
"Ordinary Love", de "Mandela: Long Walk to Freedom" - Música de Paul Hewson, Dave Evans, Adam Clayton e Larry Mullen; letra de Paul Hewson

FIGURINO
Michael Wilkinson, por "Trapaça"
William Chang Suk Ping, por "O Grande Mestre"
Catherine Martin, por "O Grande Gatsby"
Michael O'Connor, por "The Invisible Woman"
Patricia Norris, por "12 Anos de Escravidão"

CABELO E MAQUIAGEM
"Clube de Compras Dallas"
"Jackass Apresenta: Vovô Sem Vergonha"
"O Grande Herói"

MELHOR CURTA
"Aquel No Era Yo" (em inglês, "That Wasn't Me")
"Avant Que De Tout Perdre" (em inglês, "Just Before Losing Everything")
"Helium"
"Pitääkö Mun Kaikki Hoitaa?" (em inglês, "Do I Have to Take Care of Everything?")
"The Voorman Problem"

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO
"Feral"
"É Hora de Viajar"
"Mr Hublot"
"Possessions"
"Room on the Broom"

MELHOR EDIÇÃO
"Trapaça"
"Capião Phillips"
"Clube de Compras Dallas"
"Gravidade"
"12 Anos de Escravidão"

EFEITOS VISUAIS
"Gravidade"
"O Hobbit: A Desolação de Smaug"
"O Homem de Ferro 3"
"O Grande Herói"
"Além da Escuridão: Star Trek"

FOTOGRAFIA
"O Grande Mestre"
"Gravidade"
"Inside Llewyn Davis - Balada de Um Homem Comum "
"Nebraska"
"Os Suspeitos"

DESENHO DE PRODUÇÃO
"Trapaça"
"Gravidade"
"O Grande Gatsby"
"Ela"
"12 Anos de Escravidão"

EDIÇÃO DE SOM
"Até o Fim"
"Capitão Phillips"
"Gravidade"
"O Hobbit: A Desolação de Smaug"
"O Cavaleiro Solitário"

MIXAGEM de SOM
"Capitão Phillips"
"Gravidade"
"O Hobbit: A Desolação de Smaug"
"Inside Llewyn Davis - Balada de Um Homem Comum"
"O Cavaleiro Solitário"

Voltar à página inicial

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Trailer da 4ª temporada de Game Of Trones

0 comentários

Em 06 de abril acontecerá a estreia simultânea no mundo da quarta temporada de Game Of Thrones, dando seguimento à adaptação televisiva do sucesso literário de George R.R.Martin. Acima, um trailer do que vem por aí.

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Os filmes que vi em 2013

0 comentários

O ano que findou foi de muitos bons filmes para se assistir. O cinema em 2013 trouxe obras de arte maravilhosas como Gravidade, que indiscutivelmente é o favorito para vencer o Oscar e outros tantos prêmios. É um filme fenomenal, muito bem concebido, que respeita os princípios da Ciência e abre espaço para numerosas reflexões sobre a solidão, a dor e o renascimento, contando com uma entrega dramática nunca antes vista por Sandra Bullock. Sem delongas, como costumo fazer, eis a lista dos filmes que assisti em 2013, dividido nas categorias "Ótimos" (os que recomendo incondicionalmente); "Bons", os quais eu gostei mas recomendo até por ali e os ruins (que não recomendo).

Filmes ótimos (totalmente imperdíveis)

1- Gravidade, nota 10.
2- Argo, nota 10
3- Os Suspeitos, nota 10
4- Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, nota 9
5- Antes da Meia-Noite, nota 9
6- A Hora Mais Escura, nota 10
7- O Mestre, nota 10
8- Guerra Mundial Z, nota 9
9- As Vantagens de Ser Invisível, nota 9
10- O Lado Bom da Vida, nota 9
11- 007 - Operação Skyfall, nota 9
12-Drive, nota 9


Os bons (tem quem goste, tem quem não goste)

A Separação, nota 9
Moonrise Kingdom, nota 9
Além da Escuridão - Star Trek, nota 9
Bling Ring- A Gangue de Hollywood, nota 8,5
Faroeste Caboclo, nota 8,5
Os Miseráveis, nota 8,5
As Aventuras de Pi, nota 8,5
Django Livre, nota 8
Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo, nota 8
Batman - O Cavaleiro das Trevas, Parte 2, nota 8
Liga da Justiça: Ponto de Ignição, nota 7
É o Fim, nota 9
Medo da Verdade, nota 8,5
O Grande Gatsby, nota 7,5
Truque de Mestre, nota 7
A Morte do Demônio, nota n8
O Guia do Mochileiro das Galáxias, nota 8
Oblivion (Oblivion), nota 7
O Segredo da Cabana, nota 7
Homem de Ferro 3, nota 8
Onde o Amor Está, nota 8,5
A Mentira, nota 7
Curvas da Vida, nota 8
O Homem de Aço, nota 8
O Vingador do Futuro, nota 7
Projeto X - Uma Festa Fora de Controle, nota 8
Detona Ralph, nota 9
Cinema, Aspirinas e Urubus, nota 8
As Sessões, nota 7,5
O Vôo, nota 8
O Banheiro do Papa, nota 7
O Impossível, nota 8
Os Candidatos, nota 7
O Escafandro e a Borboleta, nota 9
Namorados Para Sempre, nota 8
A Rainha do Castelo de Ar, nota 9
Indomável Sonhadora, nota 9
A Menina que Brincava com Fogo, nota 8,5
Elysium, nota 7,5
Wolverine - Imortal- nota 8
Raul - O Início, o Fim e o Meio- nota 8,5
50%- nota 7,5
Círculo de Fogo-nota 8,5
As Bem Armadas- nota 7,5


Ruins (com alguns quase bons)

Oz: Mágico e Poderoso, nota 6
João e Maria: Caçadores de Bruxas, nota 6
Caça aos Gângsteres, nota 4
O Hobbit: Uma Jornada Inesperada, nota 6,5
Meu Namorado é um Zumbi, nota 6
Somos Tão Jovens, nota 5
Rock Of Ages, nota 6
O Incrível Mágico Burt Wonderstone, nota 6
Kick-Ass 2- nota 3