terça-feira, 26 de novembro de 2013

Contatos imediatos...

Aproveitando que estava lá em São Francisco de Assis, evidentemente que não poderia deixar de dar uma passadinha na praça e ver os bugios que habitam a copa das árvores. Vê-los desta vez teve o sabor de primeira vez, porque era assim que a minha filha, Selina, estava vendo-os. Ela apontava e, creio eu, achava semelhança com os gatos lá de casa, quando sobem nas árvores. No entanto, bastou chegar um pouco mais perto de um bugio para ela perceber que aquilo não era gato, não. E ficou um pouco assustada quando viu um deles chegar pertinho para cheirar um pêssego em minha mão. Mesmo assim, a guriazinha não deixou de ficar com os olhos grudados nos hábeis movimentos dos macacos nas frondosas árvores.

Voltar à página inicial.

Nenhum comentário: