quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Mais um planeta habitável é descoberto


É cada vez mais frequente o anúncio de que mais planetas foram descobertos por meio de sondas espaciais e que tais planetas possuem (ou não), condições para a existência de vida tridimensional, tal qual conhecemos. Se outrora, cogitar a possibilidade da existência de outras formas de vida fora de nosso umbigo terrestre significava cair em descrédito (especialmente perante os fanatismo religiosos, intolerantes quanto a se admitir que não sejamos os filhos únicos de Deus), hoje a disseminação das informações fortalece as convicções de quem confia nessa lógica e vai rachando as barreiras da incredulidade.

Nesta semana os cientistas noticiaram que uma estrela visível a olho nu da Terra, chamada de Tau Ceti, é muito semelhante ao nosso Sol (que, não esqueça, é também uma estrela em cuja órbita estamos nós e outros sete planetas) e que em seu redor existem cinco planetas, sendo que um deles se encontra numa zona habitável, onde pode existir água e vida. Os cinco são entre duas e seis vezes maiores do que a Terra e um deles é tido como cenário perfeito para vida, provavelmente possua condições climáticas amenas. Tal descoberta faz com que as estrelas sobre "nossas cabeças" sejam vistas com um interesse infinitamente maior. Afinal, apenas tomando por base a nossa estrela, o Sol, e a de Tau Ceti, é bem provável que os milhares de pontos luminosos que iluminam nossas noites sejam potenciais mantenedoras de luz e de muita vida fora daqui. 

Mas, vem cá, o fato de tanto investimento em pesquisas espaciais e busca por outros planetas, não o faz questionar qualquer coisa?

2 comentários:

Anônimo disse...

Com certeza meu amigo fato de tanto investimento em pesquisas espaciais e busca por outros planetas foi uma deliberação de um grupo de investidores tipo fundação Rockefeller. A Rockefeller Foundation planteia 4 cenários futuros para 2010-2020; um deles aposta em que só a elite e os milionários sobreviverão.
Para ler o Documento completo redigido pela própria fundação: http://www.scribd.com/doc/32476682/null

desde 2010 a fundação está financiando um dos maiores projetos espaciais que se tem noticias na história da humanidade, na tentativa de encontrar planetas habitáveis. A base foi instalada no Chile e está contando com um contingente de cientistas que nunca na história se teve noticias, a proposta é de um curto espaço de tempo encontrar um planeta e levar o máximo possível de espécies da terra para lá. esta fundação detém a maior reserva de sementes crioulas ou nativas do mundo todo, em vários locais da Europa. Não é a teoria do caos ou da conspiração, são fatos cientificamente comprovados. Vários pesquisadores conhecidos estão trabalhando nesta base, a jornada de trabalho é intensa e muitos não aguentam por muito tempo devido a altitude e acabam desistindo.

Amábilo Alcântara disse...

A descoberta em 2007 na bósnia de pirâmides que remontam sua construção a 25 mil anos, praticamente colocam em dúvida o que se estuda e dá-se como certo sobre a história do homem. Acredito que nos milênios anteriores outros seres inteligentes habitaram este planeta. Concordo com Stephen Hawking quando ele diz que o futuro da raça humana é fora da terra, só não sei se conseguirá tal façanha, pois o ser humano com seu instinto ególatra e destrutivo certamente arrasará qualquer lugar a que venha habitar. Acho um despropósito investir-se tanto em programas espaciais que consomem milhões enquanto temos o local ideal para viver, que não nos custa nada, apenas requer cuidados. Investidos esses milhões na pacificação e harmonia dos povos, bem como na erradicação da fome e diferenças sociais nosso futuro aqui na terra estaria garantido. Mas tudo isso fica apenas na imaginação e nas canções, como "Imagine" de Lennon.