terça-feira, 24 de julho de 2012

Sobre o programa Cidade Educadora:


Sou grande admirador dessa proposta de gestão pública, da qual minha cidade faz parte integrando-se a uma rede internacional de cidades. E ela nada mais é do que uma proposta de política comunitária e que, para se ter sucesso, requer o envolvimento de toda a comunidade. E isso vem acontecendo, com a participação de escolas, empresas, instituições etc. Fico triste quando vejo que usam o nome deste programa como forma de atingir a própria cidade, desqualificando-a de forma impensada.

Comparo o seguinte: se uma pessoa me recebe bem em sua casa, com toda educação, com toda a gentileza e eu cuspo no chão e saio esculhambando as coisas, a culpa é de minha falta de educação ou da pessoa que me recebeu? A resposta, você sabe. E é assim também com a cidade. Se nossa Santiago se organiza e procura oferecer uma cidade melhor, agradável e hospitaleira e algumas pessoas não correspondem à altura, a culpa é de quem? Da cidade ou de quem não faz jus ao título de cidadão?


Nenhum comentário: