quarta-feira, 18 de julho de 2012

Política no Facebook: eu curto!

Desde o início do mês os candidatos já estão em campanha à cata de votos nas eleições municipais. E desta vez, com um aparato a mais: o Facebook. Por meio da rede social mais acessada no mundo, os candidatos estão divulgando suas mensagens e fotos, atingindo um universo muito amplo de pessoas. E, claro que isso gera controvérsia, pois muita gente costuma dizer que não gosta de política. E mais: já existe no Facebook aquelas famosas montagens de fotos compartilhadas por milhares reclamando justamente da propagação de candidatos na internet. Penso que tudo é uma questão de democracia, de se respeitar a opinião do outro. E acredito que os candidatos tem, sim, o direito de expressar as suas ideias, de tentar dialogar com os eleitores. 

Mas, infelizmente, se propagou essa ideia de “não se gostar de política”, já que a vida comunitária se dá através dela. Desgostar da política é algo perigoso. E, verdade seja dita, esse pensamento só favorece aos maus políticos. E, pense bem: o “Face” tem coisas legais, divertidas, mas também traz muita baboseira. E, sendo assim, que mal há em dedicar um minuto refletindo sobre política? Numa eleição municipal, vemos pessoas amigas, parentes, vizinhos, conhecidos, em busca do voto, de uma oportunidade. E essas pessoas merecem nosso respeito, merecem ser ouvidas. E, penso, que o mínimo de cidadania é acompanhar atentamente o que cada um propõe, pois isso pode influenciar na minha cidade. E eu quero o melhor para ela. De minha parte, a política é bem-vinda. Seja na minha casa ou no Facebook. 

Nenhum comentário: