quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Ói, ói o trem...


O trem passou, trazendo boas lembranças...
Aqui estou, tentando manter atualizado o meu blog pessoal, que já há alguns anos tornou-se minha pequena pátria, meu recanto de pensamentos, meu armário de guardados empoeirados. A audiência por aqui reduziu na mesma proporção que a frequência de atualizações e isso é bom, creio eu. Me permite postar o que quiser e usar isso aqui como bem quiser, sem tentar agradar ou mesmo desagradar...

Então, pra espanar um pouco a poeira, eis umas fotos que fiz há poucos dias. É o trem passando ali pela Estação, como tantas vezes fez diariamente e que há anos deixou de fazer. Por isso mesmo, é que foi algo incomum e que corri para fotografar.


A passagem do trem em Santiago. Algo tão comum
há um tempo atrás, um evento extraordinário nos dias atuais...

O recinto da Estação era como se fosse o pátio de minha casa...
O recinto da Estação era como se fosse o pátio de minha casa, onde brincava por cima dos vagões, pegando carona nos trens. Eu e outros amigos, como o Chico Diello. Era lá que também que disputávamos algumas partidas de taco e de futebol. Quando era pequeno, toda vez que tinha algum sonho ruim e acordava com medo, ficava calmo quando percebia o barulho dos trens na Estação. Era sinal de que, lá fora, a vida continuava normal...

Nenhum comentário: