quarta-feira, 9 de março de 2011

Exemplo de antipropaganda...


Não importa o tamanho da empresa que um profissional trabalhe e, sim, o quanto ele pode ser criativo para superar quaisquer limitações. Por exemplo: um designer que trabalhe numa serigrafia pode ser muito mais eficiente do que um artista que trabalhe para os estúdios Fox, em Hollywood.

Duvida? Então, tá uma reparada no pôster acima, lançado nesta terça-feira, para divulgar o filme X-Men First Class, que estreia em junho nos cinemas. Aposto que qualquer criança que souber mexer no Print Artist consegue fazer uma coisa muito melhor e mais lógica do que um rosto dentro de uma sombra...

Um comentário:

Tainã Steinmetz disse...

Só a sombra teria ficado menos pior...