sexta-feira, 4 de março de 2011

Carnaval e um almoço com estrelinhas


Estive na abertura do Carnaval de Santiago nesta quinta-feira, 03. Ao chegar na avenida Júlio de Castilhos me deparei com uma baita estrutura oferecida pela Prefeitura de Santiago. Tudo muito bem organizado, vários camarotes, segurança, decoração, tudo muito legal, muito bacana. Por lá, milhares de pessoas festejaram à valer, num clima de muita descontração.

Fiquei menos que uma hora, mas só porque estava muito cansado. Gostei tanto do que vi no Carnaval santiaguense que hoje vou aparecer por lá e devo ficar algumas boas horas junto com os amigos. Veja só como as coisas mudam: eu detestava Carnaval. Mas diante de todo o esforço que foi feito pela organização e o resultado apresentado, não tenho dúvida: vale à pena se divertir no Carnaval santiaguense.
*******
Hoje pretendia levantar cedo (isso significa lá pelas 9h). No entanto, tomei um susto quando soube a hora: 11h20. Putaquemepariu!! Detesto acordar tão tarde. Rapidamente tomei um banho e me fui com a Tainã lá pra casa do Vanderlei, onde iríamos almoçar.
*******
Nosso anfitrião é um excelente cozinheiro e assador e isso seus amigos sabem. Mas hoje ele se superou e assou vários tipos de carne: ovelha, gado e galinha. Preparou saladas, cozinhou uma mandioquinha e um arroz excelente. Tudo na calma, bem na manha do ganso. Lá pelas 15h da tarde iniciou a comilança, para o alívio dos comensais, torturados pela fome.

Claro que nem vimos o tempo passar, uma vez que enveredamos por uma conversa descontraída, regada a cerveja, refri e muitas risadas. Por lá estavam o Éldrio, a Drika, o Andrei e sua namorada, a Lu e a Marcela. Ou seja: não faltaram aplausos para o nosso querido cozinheiro e assador Vanderlei Machado.

Parabéns com estrelinha pra ti, amigão!

Um comentário:

Vanderlei Machado disse...

Obrigado pelas gentis palavras meu amigo Márcio, confesso que é o convívio com pessoas boas, puras e bem intencionadas que me inspiram na nobre arte da culinária.
Não esqueça que vc era vegetariano até pouco tempo.

abraço amigão!