quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Explosões solares podem prejudicar a Terra


Nesta semana, cientistas observaram a maior erupção solar dos últimos anos, demonstrando que a estrela que ilumina o nosso planeta está em intensa atividade. A energia solar é gerada no núcleo do Sol. Lá, a temperatura (15.000.000° C) e a pressão (340 bilhões de vezes a pressão atmosférica da Terra ao nível do mar) são tão intensas que ocorrem reações nucleares. Conforme a Nasa, erupções desta magnitude podem provocar colapsos nos satélites terrestres e também nos sistemas de energia elétrica. A titulo de informação: em 1972 uma tormenta magnética causada por uma dessas erupções deixou mais de 6 milhões de pessoas no Canadá sem energia durante horas.

Para se ter uma ideia do tamanho do Sol, seriam necessários cerca de 109 planetas iguais ao nosso só para cobrir o disco do sol. A extensão toda da estrela é mais ou menos 1,3 milhões de Terra's. A camada externa do Sol, chamada de fotosfera, tem uma temperatura de 6 mil graus. Agora, imagine só o dia em que o Sol entrar em supernova...

Nenhum comentário: