segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

A verdadeira Shakira está de volta


Me apaixonei pela Shakira desde quando ela estourou cantando Estoy Aqui, o grande hit de seu terceiro disco, Pies Descalços foi a revelação de seu talento. O seguinte, Donde Están Los Ladrones, foi sua consagração. Em seguida, vieram os medianos Servicio de Lavanderia, Fixación Oral, Oral Fixation e o ultradivulgado e decepcionante She Wolf. Eis que, com pouca divulgação, surge Sale El Sol, o 9º álbum na carreira da Shaki. O trabalho é um retorno às suas raízez, com letras românticas, baladas, rock e muito ritmo latino. O disco tem 11 canções inéditas, dentro as quais destaco a belíssima Antes de Las Seis, que é a minha preferida. Tem também o hit Loca, que está bem estourado nas grandes rádios; Rabiosa, Lo que Mas, Tu Boca e Devocion são outras canções que agradam. E há também, como faixa-bônus, a famosa Waka-Waka, que foi a canção oficial da Copa do Mundo 2010.

Confesso: há algum tempo estava desencantado com a Shakira por ela estar produzindo mais para os americanos e menos dentro do estilo que a consagrou. Sale El Sol mostrou que a artista que tanto amo ainda está lá, debaixo daquela superestrutura marqueteira criada em torno dela. Ainda é a cantora capaz de encantar só usando um violão, uma gaita de boca, sua voz romântica e suas letras. Por conta disso, estou bastante inclinado a participar do show que ela fará em Porto Alegre no próximo dia 13 de março.

Nenhum comentário: