quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

É bem simples...


Falei o que eu tinha para dizer sem usar entrelinhas. Falei uma vez e bastou. Poderia falar mais e mais e mais. Mas não vou transformar meu blog numa trincheira ou num tanque de lavar roupa. Não envolverei pessoas, não citarei filósofos e nem vou recorrer a nada. Caráter é uma coisa que as pessoas tem ou não. E não vou ficar lendo milhares de livros para não aprender coisa nenhuma e só ficar baixando o nível.

Não possuo amizades por interesse, não digo coisas para agradar quem não gosto. Não puxo o saco de quem é influente. Não vou aonde não me sinto bem. Se falo bem de alguém, é porque verdadeiramente gosto, respeito e admiro. Se não falo, é porque não tenho nada a dizer ou não quero dizer.

Se me coloquei contra alguém, foi seguindo as minhas convicções. Meus amigos não precisam de explicação e para quem não é, não fará diferença.

Meu blog seguirá como sempre foi: da paz, divulgando coisas culturais, contos, crônicas, críticas, artigos de amigos, notícias diversas, enfim. Baixaria, deixo para quem é estudado e diplomado e gosta de fazer papel de vítima. Afinal, sempre ouvi dizer que, com bêbados ou ignorantes, não se discute pois não se chega a lugar nenhum. Argumentos, eu tenho. Saber usar as palavras, eu sei. Mas nem por isso vou querer vulgarizar o que sei.

Quer gargantear? Fale com a minha mão.

Um comentário:

Tainã Steinmetz disse...

Quem se diz humilde, já deixou de ser há muito tempo. Ou nunca foi. E se fazer de vítima é a coisa mais patética que alguém pode fazer.

A melhor resposta é o silêncio. Não há coisa que irrite mais um "inimigo".

Beijos.