quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Brasil reconhecerá união homossexual


A partir de fevereiro, os homofóbicos de plantão vão ter que escolher outra Pátria para defender. Porque tudo indica que o casamento homossexual, ou melhor, a união entre pessoas do mesmo sexo será aprovado. Em 2008, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral entrou com um processo no Supremo Tribunal Federal pedindo mudanças na lei do casamento, permitindo que funcionários homosssexuais do RJ pudessem se casas e ter direitos iguais aos de casais heterossexuais, perante a lei. Se o Supremo aprovar, a decisão será válida para todo o território nacional.

O relator do processo é o ministro Carlos Ayres Britto, que demonstra ser favorável. Da mesma forma, a presidenta Dilma Rousseff vê a questão com bons olhos, lembrando que a Constituição protege a dignidade das pessoas, a privacidade, a intimidade e proíbe quaisquer formas de discriminação.

Tenho certeza de que isso será um avanço para o país, em termos de leis, e vai pôr fim ao conservadorismo de se meter na vida dos outros. Afinal, que importa o que alguém faz ou deixa de fazer entre quatro paredes? Importa mais a sexualidade das pessoas ou o caráter delas? Para mim, a segunda opção.

5 comentários:

Tainã Steinmetz disse...

Até que enfim o governo vai reconhecer!

Camile. disse...

Aeeeeeee! \o/

Anônimo disse...

Que bom! Assim vai sobrá mais mulher pra nóis!!!

Anônimo disse...

deus não vai permitir isso.

Anônimo disse...

Até que fim....

Agora que o povo que não tem coragem de se assumir ou de experimentar o que esta sentido (VERDADEIROS HOMOFOBICOS) vão pedir para morrer com isso.....

Igualdade para TODOS.......