quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Mais de R$ 200 em moedas...


No início de 2010 comecei meio que de brincadeira a guardar todas as moedas que me sobrassem de troco, a partir de um pensamento que surgiu como um desafio: "quanto eu conseguiria juntar se não gastasse nenhuma moeda?". É que costumeiramente as moedas que ficavam tilitando nos bolsos logo se transformavam em balas ou chicletes e eu nunca havia contabilizado quanto isso significaria no decorrer de um determinado período.

Comecei a guardar as moedas numa pequena lata, mas com o tempo tive que pegar uma maior. Dia desses contei as moedas, para saciar a curiosidade de minha amiga Luana: já tinha mais de R$ 230 (teria mais se a Tainã não me assaltasse de vez em quando...). Já fazem vários dias que não contabilizo e acredito que até o final de 2010, devo chegar a uns R$ 300, talvez. Depois, aí sim, vou trocá-las por cédulas.

E a Luana está louquinho para pôr as mãos em minhas moedinhas. Acontece que ela trabalha como caixa do supermercado Rede Vivo, onde precisa constantemente de moedas para o troco. Perdi as contas de quantas vezes trocamos dinheiro, até que resolvi implicar de juntar as moedas, para o desgosto da Luly. Mas estou comprometido: no final do ano, repassarei minhas moedas para o caixa dela e para a felicidade do mercado...

Nenhum comentário: