segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Gente de Santiago: Zé Lir Madalosso e Jones Diniz

Zé Lir e Jones Diniz

Eles são duas figuras icônicas em minha cidade, cada qual em seu trabalho. O difícil é vê-los assim, lado a lado, tão raro quanto uma daqueles alinhamentos planetários. O Zé Lir Madalosso é professor de História e escritor nas horas vagas (ou é escritor e professor nas horas vagas, vai saber...). O Jones Diniz é o famoso locutor da Rádio Santiago, mas é também diretor do teatro Liberdade e professor das Oficinas Teatrais do Centro Cultural. O primeiro, foi responsável por me incentivar a publicar textos no jornal Literário Letras Santiaguenses (primeiro jornal a reproduzir minhas mal-traçadas linhas).

O segundo, meu amigo-irmão-modelo-de profissional, com quem dividi o palco várias vezes, encenando peças. Não há dúvida de que, graças ao trabalho do Zé Lir (e seu jornal literário Letras Santiaguenses), nossa cidade despertou para a importância de valorizar a literatura dando o devido reconhecimento aos nomes do passado e sabendo incentivar os novatos. E não há dúvida de que foi graças ao Jones Diniz e sua incansável contribuição artística, que a cidade realiza o Santiago Encena, festival de teatro amador. Duas pessoas, mas que muito representam para esse processo que hoje estão chamando de Identidade Cultural. À eles, todos os aplausos possíveis.

Nenhum comentário: