quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Empate técnico entre Dilma e Serra? PT saudações!

"Não tô gostando dessa proximidade"...

Logo depois do debate promovido pela Rede Globo entre os candidatos a presidente, comentei com minha namorada, a Tainã, que Marina Silva iria surpreender, alcançar uma votação estrondosa e, com isso, garantir o segundo turno. Na verdade, eu esperavava que Marina Silva subisse mais do que subiu e não contava também com o percentual alcançado por José Serra, que achei que também perderia alguns pontos, a exemplo de Dilma.

Queria era que Marina tivesse ido para o segundo turno, o que sabia que seria muito difícil (e isso foi mais uma utopia do que uma perspectiva, de ver o fraco se sobressair perante os fortes). De qualquer forma, foi naqueles dias posteriores ao debate e que antecederam a eleição no primeiro turno, que comecei a observar o declínio de Dilma Rousseff.

Uma, porque por mais que os seus apoiadores digam o contrário, ela foi um desastre. Deu respostas evasivas e, parece que era uma combinação estratégica, toda vez que não achava uma resposta, recorria ao que tinha sido feito pelo Governo Lula. E outra: Dilma deixou transparecer arrogância e despreparo.

Ainda no domingo, transcorrendo as eleições, escrevi aqui no blog que Dilma não iria ganhar no primeiro turno como se alardeava. E, confesso, fiquei temeroso em errar esse prognóstico. Não deu outra: Dilma está tendo que encarar o segundo turno ao lado de seu oponente, José Serra.

Com isso, arrisquei outra previsão: Serra iria subir nas pesquisas e Dilma cair, que é o que está acontecendo. Com isso, no dia 31 de outubro não duvido que o candidato do PSDB vença a eleição presidencial.

Senão, veja só: vários institutos de pesquisa estão apontando empate técnico entre Dilma e Serra. Claro que a candidata do PT ainda desponta com vantagem. Mas o crescimento de Serra era algo que não se apostava nas projeções para o segundo turno, que indicavam quase 60% dos votos para Dilma. Pela pesquisa CNT/Census divulgada nesta quarta-feira, Dilma te 52,2% Serra 47,7, considerando só os votos válidos.

E esse crescimento é sem dúvida perigoso para o partido de situação, que é o PT. Afinal, era uma eleição praticamente ganha no primeiro turno. E agora, o PT pode perder.

E onde é justamente que a candidata do PT vem perdendo terreno? Justamente na internet. Justamente entre nerds, geeks, tuiteiros e blogueiros de plantão que não simpatizam nem um pouco com a candidata do presidente, muito menos com suas intenções de controlar a opinião pública.

Não sei não, companheiro Lula. A eleição já não é mais o passeio no parque que o senhor esperava que fosse. E, lembrando que a onda verde de Marina Silva ainda não definiu para quem vai o seu apoio...

Agora, minha opinião como eleitor: essa eleição está um saco. E vamos ter que votar no dia 31, Halloween, tendo que escolher entre a bruxa da Dilma e o véio-do-saco do Serra. Não sei de quem gosto menos e tenho mais medo...

Um comentário:

Tainã Steinmetz disse...

Mesmo que o PV apóie a Dilma, a maioria das pessoas que votaram na Marina votará no Serra.

Claro que não dá para se ter como base, mas é só olhar o twitter, só dá "dilma não". As pesquisas é que querem empurrar essa mulher goela a baixo.

Chega de analfabetos na presidência! Não que o Serra seja melhor que a Dilma, mas ele é a escolha menos pior.