sábado, 9 de outubro de 2010

E viva a Manu!


Quase uma semana depois das eleições, a política ainda é o assunto que mais se comenta em todo o Brasil. Fiquei feliz, evidentemente, de ter votado e ajudado a eleger alguns de meus candidatos. Como santiaguense, minha felicidade foi ter contribuido com a votação de Chicão Gorski, nosso ex-prefeito. Para governador, votei em Tarso Genro (e já tem mais de um ano que eu escrevia que ele seria o governador...). Para presidente, votei em Marina Silva. Para senadores, fui de Paim e o segundo voto foi para Rigotto. E, para deputado federal, votei em Manuela D'ávila.

Deixei ela por último para comentar o seguinte: fui o único blogueiro de Santiago a abrir o voto para ela, por meio de duas postagens aqui no blog (aqui e aqui). E, queira ou não, o blog tem uma média de 800 acessos diários. E também, diversas vezes no Twitter defendi o nome dela. Em Santiago, a Manuela teve mais de 845 votos, apesar de seu partido ainda não ter um diretório por aqui.

Fico feliz que, de alguma forma, ajudei a contribuir com sua campanha aqui na Terra dos Poetas. Votei nela por acreditar em seu discurso, em suas ideologias e, especialmente, por sua excelente atuação como deputada federal.

Quem acompanha a Manuela, sabe que ela tem sido a voz dos jovens e dos estudantes na Câmara Federal e que sua atuação é das mais destacadas pela aprovação da lei dos estágios, do vale-cultura, do estatuto da juventude e tantas outras ações.

Um comentário:

Anônimo disse...

Então somos dois idiotas que elegemos essa garota acusada de caixa 2.Palmas para os idiotas de plantão.