terça-feira, 28 de setembro de 2010

Escolhido o patrono da Feira do Livro 2010: é Jayme Piva!


O escritor Jayme Camargo Piva foi escolhido de forma unânime para ser o patrono da Feira do Livro 2010 em Santiago. A reunião aconteceu nesta segunda-feira, no Centro Cultural de Santiago, contando com a presença de integrantes da Secretaria de Educação e Cultura e dos escritores Therezinha Lucas Tusi, Lise Fank, Fátima e Nuraci Friedriczewski, Ilma Bernadi, Cida Azzolin, Fortunato Oliveira e Gibelino Minussi, além deste reles blogueiro. A secretária Denise Cardoso destacou que a feira acontecerá de 18 a 21 de novembro e será a maior edição já realizada. 

Uma ótima notícia para Santiago, que fará uma homenagem mais do que merecida para um filho ilustre: Jayme Piva, autor dos livros Aqui Me Tens de Regresso e Os Seios de Joana (obra que ele estará lançando na Feira do Livro de Porto Alegre, dia 31 de outubro). Além de ser também herdeiro cultural do legado do grandioso Túlio Piva. A Feira do Livro iniciou seus preparativos com o pé direito e promete muitas emoções...

Um comentário:

Jayme Camargo Piva disse...

Meu caro Márcio: Pela leitura do teu excelente blog, e agora através ligação feita pela atenciosa Elenice, tomei conhecimento do indicativo do meu modesto nome para Patrono da nossa histórica Feira do Livro. A indicação me enche de orgulho e me desvanece pelo significado e alcance do gesto. Sei bem das responsabilidades intercorrentes, só abrandadas pelo ensejo de rever minha abençoada Santiago e abraçar os queridos conterrâneos, mitigando a saudade do pago. Mil gracias a ti, Márcio, pela sugestiva lembrança cujo referendo diz bem do teu prestígio. Encareço a fineza de retransmitires à competente Secretária Denise Cardoso e demais dignos integrantes da Prefeitura, bem como a todos os participantes da reunião, os meus melhores agradecimentos e a certeza de que procurarei não desmerecer a honraria da escolha. Permanecerei aqui, na distante Floripa, humilde e reverencioso, na expectativa da oportuna convocação e sempre às ordens dos diletos amigos que tamanha alegria me proporcionaram.