terça-feira, 21 de setembro de 2010

"Dilma não administra nem lojinha de R$ 1,99"


Ah, o horário político. Não tem programa de humor na TV que seja mais divertido que as inserções dos candidatos. Talvez por isso mesmo é que tenha sido criado uma lei que proíbe que os Pânicos, Cassetas e CQC's façam piada com nossos dignos representantes. É porque eles próprios conseguem nos entreter e garantir nossas risadas.

A melhor da semana: o candidato do PSDB, Zé Serra, nos informou (eu não sabia dessa) que em 1995 sua adversária Dilma Rousseff foi dona de uma loja de produtos de R$ 1,99, em Porto Alegre. "Ela não conseguiu administrar a lojinha de R$ 1,99. Quebrou e botou a culpa na alta do dólar", disse um dos personagens da propaganda do Serra. Enquanto isso, o Serra apela de todas as formas: mostra seis notas de R$ 100 e diz que vai aumentar o salário mínimo para R$ 600 e que se o povo quer que o Lula volte a ser presidente em 2014, não adianta votar na Dilma. Tem que ser nele.

Quem precisa do Tiririca para animar uma eleição?

Nenhum comentário: