terça-feira, 13 de julho de 2010

Prefeito baiano não quer saber de lerdeza nos bancos


O que achou dessa, meu amigo César Souza: O prefeito de Salvador, na Bahia, João Henrique (PDT), se cansou das reclamações na demora no atendimento aos clientes por parte de uma agência bancária que funciona num shopping. Segundo ele, existe uma norma que regulamenta o tempo máximo de 15 minutos para que os clientes sejam atendidos, mas a agência vinha sistematicamente desrespeitando isso.

Nesta semana, o prefeito mostrou que não está para brincadeira: interditou a agência por cinco dias e determinou o pagamento de uma multa de R$ 25 mil. E ainda avisou (para outras agências já se alertarem): "A fiscalização continuará mais firme do que nunca e se a partir da semana que vem os clientes não forem bem tratados, vamos suspender o alvará de funcionamento". Isso que é cabra macho da peeeeeste!!


PS: Mas e que tal as agências bancárias de Porto Alegre, de Santa Maria, de Santiago...?

Um comentário:

Anônimo disse...

Quem diria que um prefeito baiano tomaria essa atitude?