quinta-feira, 15 de julho de 2010

Argentina aprova casamento gay


O Senado argentino aprovou uma alteração no Código Civil e agora reconhece a união de pessoas do mesmo sexo. Apesar de polêmica, a lei teve o apoio do governo da presidenta Cristina Kirchner e senadores aliados, sendo uma votação apertada: 33 votos favoráveis, 27 contra e três abstenções.
A lei permitirá também não só o casamento homossexual, mas também concederá a casais gays o direito de adotar filhos. Com isso, a Argentina salta na frente e se torna o primeiro país na América Latina (e o décimo no mundo) a legalizar a união de pessoas do mesmo sexo.

Um comentário:

Rose disse...

Meu caro, eu estava lá nesse dia e confesso que foi um momento histórico para mim!Espero que a Argentina sirva de exemplo para os demais países a tomarem uma atitude sobre essas questões da união civil de pessoas do mesmo sexo bem como sobre o direito a adoção!infelizmente esse assunto gera polêmica e nossos governantes muitas vezes sentem-se impotentes ao tomar determinadas atitudes referente a isso!
Abração!
Rose