quarta-feira, 23 de junho de 2010

Valeu, Dunga (e Calaboca, Tadeu Shimidt)


O vídeo acima é um dos mais vistos atualmente no Youtube. Mostra uma entrevista coletiva com o técnico Dunga, que se irrita ao perceber que um repórter da Globo está conversando ao telefone e balançando a cabeça negativamente diante de suas respostas. Ele pergunta "algum problema?" e o repórter Alex Escobar diz "nem estou olhando pra você, Dunga".

"Ah, bom. Pensei que tinha", ironiza Dunga que, em seguida, deixa escapar alguns palavrões. "Não adianta eles (os jogadores) terem muito tempo livre, porque se dá livre para sair, vocês vão atrás deles. Então, não é folga. É trabalho. Então, é melhor eles ficarem lá, deixar relaxar, tranquilos..." (E não é verdade?)

Ele demonstrou irritação com a pressão feita pela TV Globo, especialmente, para entrevistar seus jogadores. Faz muito bem o Dunga.

Note que no vídeo acima, o jornalista Tadeu Shimidt que narra a coletiva, mantém o rosto fechado, sisudo, fazendo considerações a respeito de Dunga, com frases do tipo "o técnico Dunga, no comando da seleção há quase quatro anos, não apresenta nas entrevistas comportamento compatível com a imagem de alguém tão vitorioso no esporte. Com frequência usa frases grosseiras e irônicas. Hoje depois de uma vitória incontestável mais uma vez foi assim." e "ele apresenta um comportamento incompatível com a posição que ocupa no comando da seleção".

Em determinado momento, Shimidt justifica apontando o dedo para si e diz "o repórter Alex Escobar conversava COMIGO no telefone". (ou seja: EU SOU a Globo. Note a expressão corporal e facial do rapaz...).


Foi uma clara tentativa de manipulação da opinião pública, aproveitando a paixão do brasileiro pelo futebol para jogar todos contra o técnico Dunga, em favor de uma briguinha pessoal dos repórteres-fofoqueiros. Depois dessa, os Trending Topics (assuntos mais comentados) do Twitter foram invadidos do Calaboca Tadeu Shimidt, somando-se ao grande sucesso Calaboca, Galvão que chegou a ganhar a capa da Veja desta semana.

Independentemente da Seleção conquistar a Copa do Mundo, o Dunga já marcou um golaço na opinião pública por não se render aos ditames da TV Globo.

Aliás, se o Dunga se irritou com a imprensa é algo muito compreensível diante de toda a pressão que ele sofre nesse momento, sempre na mira de câmeras e ao alcance de microfones. E se teve o seu "dia de fúria" é muito natural. Muito pior foi a atitude da Globo e seus jornalistas que tiveram tempo para pensar, agir, editar e criar essa reportagem-editorial que mais ficou com cara de fofocagem. Afinal, é uma atitude muito cínica: eles podem xingar o Dunga à vontade, que é jornalismo. Mas se o Dunga faz criticas aos jornalistas, é um "crime contra a liberdade de imprensa"...

Um comentário:

Cristiano Freitas Cezar disse...

É um comportamento incompatível com a dominação que a Globo estabelece no país, e com os lucros que a empresa almeja ter com as "exclusivas" arranjadas pelos carrascos do futebol brasileiro (CBF);
Parabéns ao Dunga, deu-me um motivo para torcer pelo Brasil.