quarta-feira, 2 de junho de 2010

Troca-troca partidário na mira do Senado


Se você é político e anda com problemas de convivência em sua sigla ou tá a fim de experimentar novos ares, aproveite enquanto é tempo. É que foi aprovado pelos senadores um projeto que aumenta o rigor quanto à fidelidade partidária Pela proposta, quem quiser concorrer a cargos eletivos precisará estar filiado a partido político pelo menos três anos antes das eleições.

O prazo não será válido em casos de fusão ou criação de partido, desvio de programa partidário e discriminação pessoal que torne impossível a convivência na legenda.

A lei atual determina que o candidato esteja filiado a partido pelo menos um ano antes das eleições. A proposta determina também, sem choro, a perda automática do mandato para o parlamentar que pular a cerca (partidária).

"O troca-troca de partidos desrespeita vontade do eleitor e representa uma espécie de fraude eleitoral” justificou o senador Aloizio Mercadante (PT).

O projeto, agora, vai ser cozinhado em fogo brando pelos deputado federais...

Nenhum comentário: