quinta-feira, 10 de junho de 2010

Dica de leitura: Superman nº 90


Passei na banca do Gecênio e vi que a editora Abril está lançando uma série de clássicos da literatura, com acabamento de luxo a um precinho camarada. Fazem parte da coleção livros como Divina Comédia, Orgulho e Preconceito, O Retrato de Dorian Gray, Grandes Esperanças, Odisséia, Memórias Póstumas de Brás Cubas, Don Quixote e muitos outros.

Fiquei com vontade de comprar todos para deixar de bonito na estante. As pessoas iriam ver e perguntar "tu leu" e eu passaria a dar receitas de leitura, citando autores, trechos de livros e recorrendo a dicionários para parecer intelectual e dizer palavrinhas pouco usuais, só para me autoafirmar.

Putz, é claro que eu tô brincando. Quem seria ridículo de fazer uma coisa dessas, né?

Mas, falando sério agora: quando estudava lá na escola Sílvio Aquino, a professora Sofia Brum passava me dando livros para ler e me incentivando.

E eu agradeço a criança/adolescente que fui, porque li uma quantidade de clássicos da literatura (só nunca fiquei aqui citando os livros que li para não dar uma de pedante) e achava o máximo adentrar naquele universo das letras. Porém, todavia, entretanto eu também sempre gostei da leitura descompromissada das histórias em quadrinhos ou dos livros de J.R.R. Tolkien.

Se foi bom para mim, quem é o palhaço que vai dizer que não é bom? Tem gente que acha que tem tanta cultura e sabedoria e que fica posando de mestre dos magos. Deveria pegar isso e enfiar no...

Bem, mas não terminei meu post. Como disse, passei na banca e vi os livros. Recomendo, para quem quiser. O que fui comprar lá? Uma coisa que fazia anos que não comprava: uma revista em quadrinhos. Superman número 90, com desenhos do incrível Gary Frank. Aliás, falando em histórias em quadrinhos, você sabia que o escritor Oracy Dornelles também gosta dessa arte?

Sim! E mais: é fã de Buck Rogers, Zorro, Fantasma e Tarzan. E lembro que uma vez ele me emprestou uma revista do Batman de sua coleção. Ele tem vááárias revistas em quadrinhos.

Bem. Gostei muito da leitura de Superman 90, que faz uma reformulação da história do personagem. O texto é legal, mas os desenhos é que são fantásticos. Recomendo! Afinal, o mundo não é mais dos intelectualoides e, sim, dos nerds.

Nenhum comentário: