quinta-feira, 17 de junho de 2010

Declaração de amor


Percebo que não consigo viver longe de ti. Sempre que nos despedimos, mesmo que por um breve instante, sinto saudade. Talvez eu seja sentimental demais, mas é que foi junto de ti que escrevi a história de minha vida e que idealizei tantas coisas. É impossível, portanto, imaginar-me n'outro lugar que não seja aqui, contigo. És tu quem embala os meus sonhos e que me dá forças para seguir em frente. É por ti que me sinto motivado a ser uma pessoa melhor e a empregar todos os meus esforços para que a gente seja feliz, juntos.

Ok, eu bem sei que tu vais dizer que a felicidade só reside no agora, nem no ontem e nem no amanhã. (Te imagino até citando Vinícius, "que seja eterno enquanto dure"...). Às vezes, distante, é que percebo ainda mais a beleza que tens, os teus encantos e o quanto és diferente de tantas outras: é especial. E é imensa a saudade sinto por ti. E é aí que percebo o quanto te amo. É aí que percebo que não existo longe de ti. (Teu abraço é o melhor...)

Tudo em ti me fascina: as tuas múltiplas facetas, os teus talentos, os teus encantos, a tua força, a tua inteligência, a tua luz, a nobreza do teu caráter, o dom que tens em ser gentil com todos que convivem contigo (como consegues isso?).

Sei que sou mais um, apenas mais um, em tua história, mas quero dizer que o melhor lugar do mundo é aqui, junto de ti. Fomos predestinados desde a manhã em que nasci e temos um elo inquebrantável. Não sei quantos pores-do-sol ainda verei junto de ti, no entanto, é inevitável te dizer essas palavras para declarar meu amor, eterno enquanto durar, por ti, minha querida cidade de Santiago.

4 comentários:

Tainã Steinmetz disse...

Ahh achei que isso fosse pra mim, hehehe.

Beijos

Weimar Donini disse...

Emocionante, Márcio.
Quisera eu ter sido o iluminado para dizer o que dissestes. Uma luz muito especial caiu em ti no momento. Comovente.
Um abraço.

Janice Trombini disse...

Parabéns, Márcio...adorei a foto e principalmente as palavras....definitivamente deixou sair o poeta que existe dentro de ti...Linda declaração a nossa Terra dos Poetas.
um abraço, meu amigão!!!

Vanderlei Machado disse...

Assistir o filme dos vampirinhos séxis te fez bem amigão! Essa foto ficou sinistra.
abraço.
p.s.
Baita texto!!!