quarta-feira, 2 de junho de 2010

Cinco filmes bons e um ruim


Indeciso sobre o que pegar na locadora? Se ligue nessas dicas. Primeiro, Amor Sem Escalas, o ótimo filme de George Clooney, que interpreta um executivo que trabalha para uma coorporação especializada em demissões. Seu estilo de vida o mantém afastado de tudo e todos e ele faz dos aviões o hotéis o seu próprio lar. Um retrato da solidão no mundo moderno. Concorreu aos Oscars de Melhor Filme, Ator e Roteiro.

Educação conta a história de uma jovem, da adolescência à fase adulta, na década de 60. Ela é uma aluna brilhante, prester a entrar numa universidade renomada. Mas se vê dividida entre estudar ou entregar-se a uma relação com um homem mais velho. Concorreu ao Oscar de Melhor Filme.

Preciosa é um filme pesado, mas que retrata muito bem aquilo que os professores tanto chamam de bullyng. Conta a história de uma jovem negra, pobre e gorda que sofre o preconceito social, mas principalmente o de sua própria família. Está grávida do pai (pela segunda vez) e é constantemente agredida e humilhada pela mãe, que é praticamente o demônio em forma de pessoa. Venceu dois Oscar, o de Melhor Atriz Coadjuvante e o de Melhor Roteiro Adaptado.

Zumbilândia é uma comédia de ação que conta a história de um grupo de pessoas que tenta sobreviver em meio a cidades infestadas de zumbis. É uma bobagem, mas dá para se divertir assistindo. Eu achei legal.

O Fantástico Senhor Raposo é uma animação feita no velho estilo stop motion (filmagem com bonecos). Conta a história de uma simpática família de raposas que tenta sobreviver ao ataque de três fazendeiros malvados, que decidem acabar com as raposas como resposta ao roubo de galinhas. Com vozes de George Clooney e Meryl Streep. Não foi tudo o que eu esperava, mas curti o filme. As crianças vão gostar.

Em Legião, Deus está decepcionado com a vida na terra e resolve foder com todo mundo. Para isso, manda um batalhão de anjos para destruir os humanos. Mas o anjo Miguel fica do lado dos homens. Filme ruim, horrível, terrível. Pior que hóstia embolorada.

Um comentário:

Tainã Steinmetz disse...

Adorei essa nota 'tag' do teu blog ;D