segunda-feira, 31 de maio de 2010

Lula critica greves de servidores públicos federais


O presidente Lula fez uma crítica certeira nos bem remunerados funcionários federais que adoram fazer greves para reclamar por salários ainda mais gordos. Ele lembrou do tempo em que era sindicalista e tinha o ponto cortado pelos dias em que ficava de greve.

"Fizemos greve, nos bateram e fizemos outra, nos prenderam e fizemos outra, até que as pessoas entenderam que era democrático fazer greve. Era uma greve diferente das que acontecem agora porque a gente não ganhava o dia, perdia o dia. Tem greve que o cara fica três meses e recebe salário. Isso não é greve, é férias."

Falou bem, presidente. Eu fico podre de nojo quando vejo aquelas faixas em frente ao prédio da Justiça Federal ou no Fórum ou em quaisquer instituições onde os camaradas são muito bem remunerados e fazem greve simplesmente porque "tem esse direito". Chega a ser um deboche contra os que ganham salário mínimo. Isso aí uma puta falta de sacanagem!

Um comentário:

Tainã Steinmetz disse...

Vou xingar no twitter hoje. Muito.