terça-feira, 11 de maio de 2010

Aberta a temporada das propagandas ridículas...



A Copa do Mundo vem aí. Mas a televisão já nos coloca no clima da competição através das variadas propagandas que temos visto. Aliás, parece que a Copa já está acontecendo através das propagandas que se utilizam do futebol, da camiseta da seleção, do Pelé e de qualquer coisa ligada ao esporte preferido dos brasileiros. E, claro, a grande maioria das propagandas tem produção perfeita, luxuosa, com efeitos especiais, com celebridades etc. Porém, nem sempre uma propaganda perfeitamente produzida tenha bom conteúdo.

Dois exemplos: a ridícula propaganda da Skol (acima) em que um grupo de argentinos começa a beber Skol e tem como "efeito colateral" tornarem-se torcedores da Seleção Brasileira. E, pior: eles arrancam a camiseta da argentina do corpo e cortam cabelo, numa aflição caricata e saem sambando. Em seguida, brindam com as latas de Skol e gritam gol. Chega outro hermano e pergunta se o gol era da Argentina, sendo expulso pelos colegas. É simplesmente ridículo: o brasileiro que tanto engole a cultura dos EUA, agora quer passar por cima da cultura dos outros também, numa demonstração de imperialismo cultural tenebroso. A meu ver, a propaganda é perniciosa, desrespeitosa e, sintetizando, ridícula.

Mas e o que dizer de outra, da Seara, onde três jogadores aparecem dançando o Single Ladies, da Beyonce? Simplesmente não tem o que dizer. Gosto não se discute: se lamenta... (abaixo)

3 comentários:

Tainã Steinmetz disse...

Futebol emburrece as pessoas.

Anônimo disse...

As propagandas da Heineken são as melhores (ou menos piores)!

Anônimo disse...

CARA ESSA PROPAGANDA DA SKOL É MUITO ENGRAÇADA, MAS VOCÊ TEM QUE RELAXAR MAIS, VAI LEVAR TUDO A SERIO É?
NAO GOSTEI DESSA PAGINA DO SEU BLOG E NEM VI AS OUTRAS, UM ABRAÇO!