quarta-feira, 3 de março de 2010

Compartilhando do mau gosto...

Hoje, por volta de meio-dia, caminhava próximo da escola estadual Apolinário Porto Alegre, ao lado de meu amigo César Braga. Conversávamos qualquer coisa quando, vrummmm, encosta um carro de nosso lado com o som a todo vapor tocando a banda Dejavu-uuurhgh.

Mais adiante, outro motorista também com o som anunciando outras tosqueiras de igual "padrão". (Interessante é que são fãs de ocasião, que gostam da porqueira que estiver na moda...)

E comentei com o César: nunca vi ninguém que goste de Dream Theater, Metallica, Epica, Pink Floyd, Evanescence ou qualquer outra banda de rock ou até mesmo música clássica tocando música no carro a todo o volume e pra todo mundo ouvir.

E porque isso não acontece? Porque parece algo até científico: quanto maior o interesse das pessoas por boa música, mais elevado é o seu nível cultural e a preocupação de não importunar ou invadir o espaço das outras pessoas, obrigando-as a ouvir algo que possam não gostar.

Resumo: só quem gosta de música ruim é que adora compartilhar seu mau-gosto rua afora...

... e mau comportamento, claro.

2 comentários:

Renan MG disse...

Concordo em tudo!!! Isso aí!

Mônica disse...

Concordo com quase tudo ... claro que temos que respeitar o espaço do outro e não precisamos sair por aí com o som a toda, ainda mais quando a música é péssima, mas o que é péssimo para nós, não é péssimo para a pessoa. E eu particularmente, quando puder dirigir pretendo (de vez em quando claro), ouvir 'meu' Epica, Pink Floyd, Metallica, J-rock ... enfim, com um som alto, poluindo sonoramente o ambiente dos outros :X ... com algo que eu considero bom!