quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Avatar: 2 bilhões em 48 dias


James Cameron costuma ser pouco modesto em suas declarações. Por isso, quando ele disse que a bilheteria de Avatar (leia minha crítica sobre o filme. Ou não) faria a de Titanic parecer um passeio no parque, é claro que eu achei que ele estivesse num daqueles momentos de humildade zero.

Pois bem, durante 12 anos, Titanic foi o campeão absoluto de bilheteria de todos os tempos, com seus U$ 1 bilhão e 800 milhões. Um número que parecia inalcançável, tendo em vista que apenas outros três filmes (O Retorno do Rei, Piratas do Caribe 2, O Cavaleiro das Trevas) tinham conseguido romper a barreira do bilhão.

E não é que James Cameron, afinal, venceu James Cameron (é claro que você sabe que Titanic também foi dirigido por ele, né?). Pois bem, se Titanic demorou seis meses para acumular seus trocados, Avatar demorou apenas 48 dias para chegar a impressionantes U$ 2,074,690,945 (Dois bilhões e lá vai pedrada...) nas bilheterias mundiais. (Eu ajudei a dar dinheiro pro Cameron, assistindo o filme no cinema do shopping Royal, em Santa Maria)

E, considerando que o filme ainda terá mais uns três meses em tela, é certo que vai chegar a uns U$ 2 bilhões e 300 milhões, no mínimo.

De fato, um passeio no parque, com direito a balão e algodão doce.

Pelo menos um dos feitos de Titanic, Avatar não conseguirá: se o drama do navio foi indicado a 13 Oscars e venceu 11, Avatar foi indicado a nove e terá forte concorrência pela frente. Um dos prêmios que Cameron pode não conseguir é o de Melhor Diretor, que está mais cotado para a diretora de Guerra ao Terror, Kathryn Bigelow. Casualmente, ela é ex-mulher de Cameron.


(Barbaridade, comecei falando de cinema e terminei com um fuxico conjugal...)

Nenhum comentário: