quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Escola Apolinário Porto Alegre

Na semana passada fui convidado pelas professoras Marta Kinzel e Ruth Elis a participar da exibição de vídeos produzidos por alunos do Ensino Médio da escola Apolinário. O desafio proposto a eles era o de criar um telejornal bem aos moldes daqueles que vemos na TV. Era preciso ter apresentadores, repórteres, entrevistas, previsão do tempo, vinhetas e tudo o mais que se vê em tais produções. Assim, os alunos dividiram-se em grupos e saíram para cumprir a missão. Durante algumas horas, tive o privilégio de estar ao lado das amigas Tatiana e Lisandra para apreciar os trabalhos e cumprir a ingrata tarefa de apontar os três melhores. Tarefa ingrata porque em cada um dos trabalhos se notava o esforço, a criatividade e a dedicação dos alunos, que foram exitosos em sua primeira incursão nesse universo. E ter a responsabilidade de dizer que este ou aquele grupo merecia mais destaque do que outro era um peso.
*******
Acredito que todo aquele que tente fazer um trabalho já tem méritos só em tentar. E vai somando pontos a medida que evolui durante o trabalho e ainda muito mais quando conclui. Para mim, todos os alunos estão de parabéns. Notei, em cada grupo, a vontade de fazer a diferença. E cada um cumpriu com louvores a tarefa justamente por ela representar uma inovação na escola. Uma tarefa que excedeu os limites da sala de aula e colocou os alunos em contato com diversos setores da sociedade. E que valorizou o trabalho em grupo. Afinal, não há estrela que brilhe só no céu. Numa época em que todos sabemos ser difícil despertar o interesse do aluno, as professoras Marta e Ruth mostraram que isso é possível. Basta fazer diferente. Isso é (r) evolução.

Nenhum comentário: