sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Para os fãs de Crepúsculo...



Antigamente, qualquer candidata a Miss, modelo de passarela ou modelo fotográfico dizia que o seu livro de cabeceira era O Pequeno Príncipe. Agora, as moçoilas todas só querem ler Crepúsculo e suas continuações. (Até a Daniele Steel perdeu espaço...)

Crepúsculo não é tão ruim assim. Quer dizer, se você for uma menina (mesmo sendo menino) e tiver 13 anos (ou essa idade mental), o filme é maravilhooooooooso, a história de amor é liiiiiiiinda, o Robert Pattinson é um gaaaaaaaato e a Kristin Stewart é...bonitinha.

(Mas se você for uma pessoa sã, o filme não preeeesta, a história de amor é um saaaaaaco, o Robert Pattinson é um babaaaaaaaaca e a Kristin Stewart é... bonitinha)

Mas agora, falando sério: não conheço ninguém que realmente goste de cinema (eu disse C-I-N-E-M-A) e leve em consideração essa coisa dos vampirinhos que brilham como diamantes à luz do sol e saem fazendo corridinhas que nem o Flash. Pois bem, desgraça pouca não é bobagem e nessa sexta-feira está estreando o segundo filme da saga Crepúsculo. Trata-se de Lua Nova (ainda vamos ter outros dois capítulos dessa desgraça...).

Mas tudo bem. Ainda há lucidez no mundo. Prova disso é a paródia acima, que mostra o ator Brandon Routh (Superman Returns) fazendo a sua versão do Edward Cullen, muito mais interessante do que a original que, aliás, de original não tem nada. Só a ruindade mesmo. Mas iniciei esse post dizendo que Crepúsculo não é tão ruim assim. Como assim? É porque toda reação tem uma reação. E se temos Crepúsculo, Lua Nova e não sei mais o que, pelo menos, teremos as paródias avacalhando com essas bagaças.

Se você tiver mais que 13 anos (ou acima dessa idade mental) vai adorar.


Vale a pena ler de novo: crítica sobre Crepúsculo

6 comentários:

Júlio César de Lima Prates disse...

fala márcio,

tu devias escrever mais sobre político, cada vez que leio teu blog me frustro...tu tens público leitor em várias áreas e devem ter outros tanto quanto eu.

mas sobre a bonitinha ... bonitinha é uma feia ajeitadinha.

tchau amigão e ve se muda um pouco essa linha do teu blog.

Cristiano Contreiras disse...

Oi, caro Márcio

Olhe, confesso que me decepcionei com o filme Crepusculo

Mas, quem sabe eu goste do segundo.

abraço

LeoKidman disse...

Falai marcio,obrigado pela visita no meu blog,tenho outro blog de downloads de filmes(LEOKIDMAN) COLOCA NO GOOGLE É O PRIMEIRO,Parabens pelo seu trabalho,,até mais

Micheli Pissollatto disse...

ASDIUHASIUDHASUIDH :B

Tainã Steinmetz disse...

Discordo de ti quando diz que só vai gostar desse filme quem tiver idade mental de 13 anos pois pra gostar disso aí só quem não tem idade mental nenhuma. Não é possível que tenha cérebro uma pessoa que seja fã de Crepúsculo.

Andrei disse...

Levando em conta que cada ser humano é diferente, pensa diferente, age diferente, e tem gostos diferentes, não é preciso ter 13 anos, ou não ter cérebro para gostar de crepúsculo.

O que eu acredito que chama a atenção em crepúsculo, não é a imagem dos vampiros que brilham a luz do sol, que são vegetarianos ou essas coisas aí que o torna meio irritante para quem é fã de Conde Drácula, ou de cinema. Mas acredito que o que torna interessante a história, é o amor quase impossível entre uma jovem e um vampiro. E não só isso, mas o romance e a ligação pura e verdadeira entre eles.

Concordo que o filme é um porre, mas o livro, a literatura, é bem gostosa de se ler.

Eu gosto de crepúsculo, acredito no amor que retrata o livro (não o de um vampiro para com uma menina, mas sim no amor verdadeiro, sem fronteiras, conseguem entender o que quero dizer? aonde quero chegar com esse comentário?)

Inclusive li o Crepúsculo (o primeiro livro, e estou esperando o Lua Nova (o livro, pois dos filmes eu não quero chegar perto tão cedo) e tenho certeza que vou gostar.

Essa é só minha opinião.

-
Gosto muito dos teus posts Mácio, sempre que posso dou uma olhada por aqui, mas desculpe. Tive que comentar sobre esse. Não só para defender os fãs da série (no qual estou incluso) mas para defender também, meu ponto de vista sobre o mesmo.

Grande Abraço Márcio.
Parabéns pelo talento, pelo blog... E muito sucesso na tua vida.