terça-feira, 13 de outubro de 2009

Distrito 9



Terminei de assistir ao filme "Distrito 9". Sem dúvida, um dos melhores do gênero ficção científica que já vi. Produzido por Peter Jackson, o filme inicia num estilo documental e realista. Mostra a chegada de uma enorme espaçonave que misteriosamente surge nos céus de Johannesburgo, na África do Sul. Não é explicado como o objeto foi parar ali e isso deixa o espectador com a mesma sensação que os personagens do filme que logo passam a conviver com uma raça alienígena entre eles, os quais são segregados em guetos. O filme discute, senão, a diferença racial e a violência que surge das diferenças. Em um determinado trecho, um jovem negro diz que odeia que os alienígenas estejam vivendo em sua cidade. "Se eles ainda fossem de outro país, mas são de outro planeta. Não podemos aceitá-los", ele diz, direcionando um feroz preconceito (semelhante ao que muitos nutrem contra os negros).
Em momentos assim, o diretor consegue incutir uma discussão profunda num filme que usa um disfarce de filme de ação para mostrar o próprio horror que semeamos ao longo da história da humanidade. Distrito 9 é um filme genial que dá uma nova dimensão para o velho conflito entre os mocinhos e os bandidos. E frise-se: os bandidos do filme não são os alienígenas.

2 comentários:

Tainã Steinmetz disse...

Um dos filmes do ano. Excelente.

Anônimo disse...

Eu falei pra ti cara! Mas a questão não é bem ou mal, mas como se dá nossa relação com a diferença.

Davi Damn.i.am