quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Poema

Na manhã desta quinta-feira, recebi com muito alegria o livro Poemas Opus 4, que me foi presenteado pelo amigo Oracy Dornelles. A obra foi lançada pelo autor no ano de 1981 e reúne poesias belíssimas e que merecem desprender-se de suas páginas e ganhar os mais longínquos recantos da via láctea blogosférica. Eis uma delas:


Poema

Não me ames ainda por favor.

Dá-me antes teu ódio, teu nojo,
tua incompreensão e teu orgulho besta,
quero fazê-los pássaros de luz,
girando,
nos sete céus da minha angústia.

Depois, sim,
adora-me
sem nome
nem medos de arrependimento,
porque serei apenas
um apenas
na migração comum do teu amor

Oracy Dornelles

Contato com o autor: oracydornelless@ymail.com

2 comentários:

Tainã Steinmetz disse...

Isso lembra a nossa história.

Nenhum Mistério disse...

Lindo poema!!!
Muito lindo mesmo...
Oracy Dornelles é um gênio, um grande gênio da poesia!!!