quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Dias de um futuro esquecido...


Meu amigo Chico e eu moramos a vida inteira próximo da Estação Férrea. Por isso mesmo, o largo da Viação se transformava em nosso principal ponto de encontros. A gente costumava brincar com o resto da turma entre os vagões e também pulando por cima deles (a diversão maior eram os que transportavam areia).

Incontáveis vezes bancamos os "surfistas de trem", pegando carona (não façam isso, crianças. Podem cair e o trem esmagar a perna de vocês, arrancar um braço ou decapitá-los). Quando a estação local foi desativada, acabou ficando "tapera" durante anos.

Era uma lástima ver aquele prédio se perder ante as intempéries ou vandalismo. (E é justamente por isso que ficamos muito felizes quando a Prefeitura passou a tomar conta desse patrimônio e está recuperando-o para criar a Casa do Conhecimento).

Lembro que até 2005, todos os dias após o almoço, o Chico e eu escalávamos o prédio da estação para ficar por ali lagarteando (pegando sol de mansinho), enquanto comíamos bergamotas ou nozes.

Numa dessas oportunidades fiz essa foto de meu amigo, pensativo, olhando para a paisagem à sua frente.

Um momento eternizado, em que ele viajava de trem rumo ao passado ou transportava sua mente para os dias de um futuro esquecido?

Um comentário:

Tainã Steinmetz disse...

Linda essa foto.
Linda!!!

:*