quinta-feira, 30 de julho de 2009

Parabéns, Rádio Santiago. Obrigado, Jones Diniz


Nesta sexta-feira, a Rádio Santiago completa seus 58 anos de existência. Tenho imenso carinho pela emissora, pois cresci ouvindo a sua programação. E tive o privilégio de desfrutar da amizade de grande parte da equipe da rádio, que reuniu um seleto grupo de seres humanos admiráveis. Cito, portanto, a dona Eda Ramos, o Paulo Pinheiro, o Juliano Nascimento, Sílvio Ricardo, Marco Antônio Nunes, Jorge Augusto Gonçalves, Paulo Bandeira e Nelson Abreu (ex-funcionários), Ieda Freitas e Paulo Cardoso.

No entanto, quero fazer uma menção especial para Jones de Jesus Martins Diniz, que sempre digo que é um patrimônio vivo da Rádio Santiago. Meu amigo, meu ídolo, meu ideal a ser seguido. Um exemplo como ser humano, esposo (da Marisa), pai (da Luana), profissional (Rádio Santiago e jornal A Razão). Pessoa talentosa, generosa e de uma alma imensamente grandiosa. Ele é apresentador dos programas Olho Vivo, Jornal Falado, Sábado Sertanejo, Geração 2000 e Ponto de Vista. É é também o diretor do Departamento de Teatro do Centro Cultural.

E foi através do teatro que a minha vida cruzou com a dele. Eu era um guri que, um dia, viu um cartaz anunciando uma oficina de teatro no Centro Cultural. E fui, junto com outros amigos como o Éverton e o Cristiano. E lá, conheci o Jones. E durante anos, desenvolvemos laços de muita amizade, respeito e companheirismo. E foi através do teatro, aprendendo com o Jones, que tive a oportunidade de conhecer muitas pessoas e ganhar tantos outros amigos e pessoas que foram muito importantes em minha vida como Lidiane Brandolff, Divaldo Souza, Noé Machado, Renato Polga, Enadir Vielmo, Arlindo Disconzi, João Quintino, Davi Vernier, Zé Lir Madalosso, Arami Fumaco, Auri Sudati, Eliane Wesz, Andréia Teixeira, Rose Bloss, Gelson Piber, Cida Azzolin, César Martins, Volnei Sarturi, Magda Buttini, César Braga, Alissandro e Kácia Fontoura e tantas outras pessoas maravilhosas. Foi através do teatro, ao lado do Jones, que despertei o gosto de escrever e interpretar, inventar histórias etc.

Não é sempre que vejo o Jones, mas ele está sempre comigo, porque marcou a minha vida para sempre. E é um amigo que acompanho através das ondas da Rádio Santiago. Aprendi a conhecê-lo tanto que, pelo tom de sua voz através de seus programas, sei como está o seu humor naquele dia. E talvez muitos outros ouvintes também possam sentir o mesmo, já que o Jones é uma pessoa rara e transparente. Tantas vezes ouvi seus conselhos e tantas vezes rimos juntos.

É meu amigo, é meu irmão, é meu ídolo. Jones Diniz é uma das pessoas mais importantes de minha vida.

Parabéns pelos 58 anos, Rádio Santiago. Obrigado por tudo, Jones Diniz.

2 comentários:

Nenhum Mistério disse...

Meus parabéns a Rádio Santiago e a todos os seus integrantes. Um abraço em especial para o nosso amigo Jones Diniz, que é, sem dúvida, um ótimo exemplo de ser humano para todos nós!

Beijos Mil!

Casa do Poeta e EC Vila Maria disse...

Parabéns à Rádio Santiago!!!
Uma emissora que é sinônimo de informação e confiançca!
Um grande abraço aos amigos Jones Diniz e Márcio Brasil.

Giovani Pasini