quarta-feira, 29 de julho de 2009

Ostra (cismo)


Em resposta a uma pergunta feita por um amigo no MSN, a respeito da frase "Diga-me o que escreves em teu blog e te direi quem tu és". Ora, porque simplesmente é possível analisar a psicologia de uma pessoa a partir do que ela escreve, ué. Bem simples.

Pegue qualquer blog de qualquer recanto da blogosfera galaxial e faça uma análise morfológica, psicológica, analítica, quadrilátera e tridimensional, multiplicada pela egolatria, subtraindo a autodepreciação, a autopiedade e some os acessos de grandiloquência, as viadices, as puxassaquices, as nerdices, as tolices e as esquisitisses.

Agora, multiplique por 3,141592653589793238..., elevando à nona potência mais E=m.c2. Esse resultado, deverá ser somado com os blogs de utilidade pública, jornalismo, literatura, saúde, educação, política, arte, cinema, quadrinhos, informática, ocultismo, satanismo, judaísmo e niilismo e aplicada a taxa Selic, subtraindo a inflação do período. Entendeu?

Não? Nem eu...
*****

Na verdade, eu escrevi essa frase inspirada na minha amiga Camila que, um dia estava olhando todas as minhas comunidades do orkut. E me saiu com essa:
- É possível descobrir tudo sobre uma pessoa só em olhar as comunidades dela no orkut. Não apenas os gostos pessoais de música, filmes essas coisas. Mas como a pessoa é, em sua intimidade...
- É mesmo? Tu acha?
- Sim. Quer ver como eu descubro tudo sobre ti...
Depois de olhar todo o meu orkut, ela desiste.

- Não descobri nada sobre ti, além do que eu já sabia. Tu é uma ostra.

(Sobre as postagens fora da casinha: juro que não fumei nada...)

Um comentário:

Tainã Steinmetz disse...

Gostei da imagem.

:*