terça-feira, 28 de julho de 2009

A margem que afoga

Só passando para dar uma atualizadinha quase que de nada no blog. Hoje, vou mergulhar no trabalho. Sem tempo nem para tomar um café. (hmmm, pensando bem, café tem que ter). Cruzei pelo calçadão e observei diversas vitrinas anunciando promoções. Na Rua dos Poetas a mesma coisa. Vi que numa loja de móveis e eletrodomésticos, tem um sofá que custava R$ 3.799,00 e agora está por R$ 2.799,00. O mesmo com vários outros produtos, onde os descontos somam mais de R$ 200, R$ 400, R$ 600. Também várias lojas de roupas anunciam promoções pela metade do preço. Vi uma bota feminina numa vitrine por R$ 49,00, sendo que o preço original era de R$ 133,00. Quando você vê preços assim sendo praticados pelo comércio você pensa que os proprietários:

A- Eles são bonzinhos e querem agradar seus clientes.

B- Os capitalistas baixaram a margem de lucro para o proletariado comprar. (Margem de lucro é aquilo que afoga os clientes).

C- Eles queriam lucrar horrores em cima dos clientes. Mas não conseguiram vender tanto quanto a ganância achou. Baixaram os preços, mas ainda assim estão lucrando.

D- O preço que está sendo cobrado agora é o mais justo.

E- Dá nojo. Pois quando o preço não tinha baixado, você comprou determinado produto, pediu um desconto e o gerente fez o maior esforço do mundo para te dar um desconto de 5 pilas. E ainda disse que era o máximo que ele conseguia, depois de uma série de telefonemas e cálculos.

Nenhum comentário: