terça-feira, 16 de junho de 2009

O museu do Barbela


Agora há noite estive na inauguração do Museu das Comunicações da URI. Fui lá para dar um abraço na professora Rosane Vontobel e aplaudi-la pelo sucesso de mais um projeto. O espaço, que ganha o nome do escritor Antônio Manoel Gomes Palmeiro (Barbela), surge como um novo espaço turístico em nossa cidade, já que apresenta mais de 150 rádios de todos os tipos, além de um histórico sobre os meios de comunicação.
*****
No lançamento deste espaço, estavam lá dezenas de pessoas ilustres de nossa cidade, emprestando um pouco de seu prestígio. Eu, como não sou nada ilustre, fiquei na minha e nos arrebaldes. Ainda bem que encontrei a minha querida Lígia Rosso para conversar e dar algumas risadas e matar um pouco a saudade (eu adoro ela).
*****
Também conversei brevemente com o professor Clóvis Brum, cumprimentei o Sadi Machado, o César Martins, o Miguel Bianchini, o Diniz Cogo, o Rafael Nemitz, o dr. Maximiliano Stacowiski, o seu Eri Rodrigues, a Jéssica Marques, o dr. Disconzi; a Rosana Dalenogare e fiquei puxando a câmera digital do Jones Diniz, só para não perder o costume de encher o saco dele.

Nenhum comentário: