quarta-feira, 3 de junho de 2009

Metamorfose ambulante

Minhas costas doem, meus olhos ardem e o sono começa a me perturbar. Nesse momento, estou há 10 horas trabalhando quase que ininterruptamente, com excessão de alguns intervalos para comer alguma coisa ou me esticar. A semana está sendo forte de trabalho. Não estou raciocinando direito e estou ouvindo música direto para me manter acordado. Hoje, agradeço ao Raul Seixas. Prefiro ser aquela metaformose ambulante, do que ter aquela opinião formada sobre tudo...

Nenhum comentário: