domingo, 12 de abril de 2009

Pensamento do dia

É como dizem: os amigos são a família que Deus nos permitiu escolher. São pessoas que querem ver o nosso bem. E isso exclui círculos de amizades que se reúnem por interesses como bebida, cigarro ou outros vícios. Há tipos de amizade que, quando se acaba o cigarro, se acaba a bebida e se acaba a festa, vem a ressaca. E é aí, que se descobre o quanto se está sozinho. Talvez mais cedo, talvez mais tarde. O semelhante atrai o semelhante e o que não está em sintonia com esse universo, se aparta. Não sou bom moço, mas detesto os vícios criados pelo ser humano e que destroem com o corpo físico e a moral. Pelo menos é um orgulho que tenho de jamais ter me deixado levar pelos demônios do álcool e do cigarro. Acho que o respeito às pessoas advém também do nível de respeitabilidade a que ela possui por si mesma e pelos outros. E que os seres humanos, muitas vezes, levam à sério demais coisas que não tem importância...

Nenhum comentário: