segunda-feira, 16 de março de 2009

Auditório Caio Fernando Abreu, Parque Zamperetti e os livros que estou lendo...

Olá. Boa tarde a todos que acessam esse blog com alvissareiro costume. Pois bem. Fazem dias que venho levando meu blog com a barriga, só postando umas coisinhas aqui e outras ali. Em verdade, sinto que vou contraindo uma dívida com este meu querido diário virtual. Afinal, o blog é uma forma de prolongar a teoria dos 15 minutos, propagada por Andy Warhol (de que todo mundo será célebre por 15 minutos).
-----
Li no blog do amigo e jornalista Júlio Prates: o presidente da Câmara de Vereadores, Miguel Bianchini anunciou a construção do auditório multicultural Caio Fernando Abreu. Sem dúvida, uma notícia a ser celebrada no meio cultural santiaguense, pois permitirá a criação de um necessário espaço para teatro, dança, palestras, exposições etc e enaltece a figura do maior escritor nascido em solo santiaguense, que foi Caio Fernando Abreu. Quero render mesuras ao Bianchini por ter levado adiante essa bandeira. Sem dúvida, deixará seu nome marcado como líder político, contribuindo com a evolução cultural de nossa cidade.
-----
Leia postagens que fiz a respeito desse assunto clicando aqui ou aqui ou ainda aqui.
-----
Final de semana: cinéfilo que sou, pude assistir só um filme, que foi Segurando as Pontas, uma comédia. Um maconheiro testemunha um assassinato e, junto com seu fornecedor, é perguido pelos criminosos. Um roteiro bobo, leve, mas com piadas inteligentes e atuações legais do James Franco e Seth Rogen. Gostei do filme. (Viu só: não assisto só filmes cult...)
-----
O poeta Oracy Dornelles deve lançar, em breve, mais um livro. Será o 11º de sua carreira como escritor. A obra será intitulada Poesias Novíssimas & Antiqüas. Tenho e sempre tive grande respeito pelo Oracy. Muitas vezes ele me critica, eu o critico, mas ele me conhece desde que eu era criança. (até peguei revistas em quadrinhos emprestadas com ele). E, portanto, o considero um amigo. Admiro sua produção literária e sou muito fã de seu livro Poemas Opus 4, do qual decorei diversas poesias.
--------
O amigo Rodrigo Vontobel, outro dia, comentou a respeito do parque Zamperetti. Acho que é preciso ponderar a respeito de suas críticas. O parque é precioso, é uma atração turística, acho que é um ambiente maravilhoso, mas que deve evoluir em vários sentidos. O Rodrigo sugeriu que fosse alargada a pista de acesso. Acho que ele está certo. Também sugeriu a criação de bancos para o pessoal sentar. Está mais do que certo. Já o jornalista Diogo Brum sugeriu a criação de uma pracinha para as crianças. Ideia iluminada. Portanto, amigos da Prefeitura, eis aí maravilhosas sugestões. Não basta centralizar na crítica, tão somente, mas filtrá-la e perceber que são ideias construtivas.
--------
Falei a respeito desse assunto para comentar a respeito de uma crítica que ouvi ontem: a de que os banheiros do parque Zamperetti permaneceram fechados durante o final de semana, o que causou transtorno para dezenas de famílias que visitaram o local.
-------
Atualmente estou lendo dois livros. Um é o Marley e Eu, best seller a respeito da história do "pior cão do mundo". (Ah, por que não posso ler?). Outro é "O Planeta Marte e os Discos Voadores", que eu salvei de uma pilha que o Sidi ia botar fora. A edição é de 1962. Uma raridade. Aliás, um dia estive na Secretaria da Fazenda conversando com o seu Sérgio Perufo e percebi que ele possuia uma edição atualizada deste livro. E ficamos um bom tempo conversando sobre ufologia, que é um assunto que eu sempre gostei.
-----
Escrevi essa postagem para relaxar, no intervalo entre umas matérias que estou escrevendo. Paro por aqui e volto mais tarde. Estou sentindo cheiro de café...

2 comentários:

Oracy Dornelles disse...

Grato pelas referências a meu respeito. Oracy

Oracy Dornelles disse...

Márcio, esqueci-me de te dizer: és muito nenezinho ainda para me criticar... Oracy