quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Éldrio Machado: o vendedor de laranjas


Meu amigão Éldrio Machado é do tipo que assovia e chupa (...) cana ou, melhor, laranja. E não é que eu dormia tranquilamente na manhã desta quinta-feira quando fui despertado pela voz do Éldrio propagada através de um autofalante?

-Olha a laranja. Laranja gostosa. Laranja saborosa. E tá barato! Vamos chegando freguesia, vamos aproveitar as promoções do caminhão da laranja!

Então, além de Assessor de Imprensa da Prefeitura, Bacharel em Direito, Locutor e empresário da comunicação, o meu amigo agora estava com mais uma atividade: vendedor de laranjas. Me levantei rapidamente, juntei dois pilas e saí descalço no pátio para comprar um quilo das laranjas do Éldrio. E lá estava ele bem faceiro vendendo laranja no caminhão mais que, bem, laranja na feira. Soube que ele as produz em uma fazenda que comprou para os lados de Tupantuba, onde está investindo forte na Fruticultura. (Ele está mantendo em segredo esse investimento. Se perguntarem, ele vai dizer que é mentira minha...)

E se não bastasse essa nova atividade empreendedora, investindo na fruticultura, o meu amigo Éldrio deve inaugurar em breve a sua Rádio Comunitária Central FM. Trata-se de um empreendimento maravilhoso e que é bem vindo para Santiago. Estou ansioso para sintonizar nessa nova emissora que, certamente, terá uma programação de muita qualidade. Afinal, o Éldrio é um dos melhores locutores desse nosso Rio Grande do Sul e já trabalhou em emissoras de diversas cidades, onde demonstrou a sua versatilidade. O Éldrio é desses locutores raros que passa uma energia muito positiva para os ouvintes. Apesar de estar afastado dos microfones (do rádio) há algum tempo, é certo que ele vai vir com tudo e comprovar o seu talento. E tenho certeza de que a Central FM vai fazer mais sucesso que a venda das laranjas de sua fazenda.

Sobre a Central FM, o meu amigo Éldrio enviou o seguinte comentário:

“Será um canal de rádio comunitário, em sintonia FM, que através da Associação de Difusão Comunitária Central de Santiago, a qual presido desde 2002, pleitea esta outorga. Nesta semana fomos informados pelo Ministério das Comunicações que nosso projeto técnico foi aprovado e foi autorizado o assentimento prévio pelo Ministério da Defesa (Santiago é área de fronteira), indo para a Câmara Federal aprovar em até 90 dias a concessão, o que nunca ocorre neste prazo. Quando, então, o Ministério das Comunicações emite autorização provisória para a rádio entrar no ar. Em suma, estamos na reta final, antena, transmissor, studio, etc. A rádio deverá ter carater comunitário e informativo."

A foto acima é um registro do Éldrio em sua Fruteira Machado, onde também vende os seus produtos.

2 comentários:

eldrio disse...

TU ENLOQUECEU!!!! QUE LARANJAS????? MINHA ÚNICA RELAÇÃO COM LARANJAS É EM SUCO, SENÃO O FATO DE TER ATENDIDO UM PEDIDO DO EX-PREFEITO CHICÃO EM GRAVAR UMA FITA CASSETE (DAQUELE TEMPO MESMO) PARA UM SENHOR AMIGO DELE QUE VENDIA LARANJAS EM UM CARRINHO POR ELE EMPURRADO. ISSO FOI EM 2001 E EIS QUE ESTE SENHOR LARANJEIRO MANTEM SUAS ATIVIDADES LABORAIS ATIVAS, O QUE É MUITO BOM, RUIM É A QUALIDADE DE REPRODUÇÃO DA TAL FITA QUE AINDA RESISTE AOS TÍMPANOS ALHEIOS... AGORA, DE RESTO, É PURA VIAGEM TUA... ABRAÇO
ELDRIO

Márcio Brasil disse...

EHehehehehe. Olá, gente amiga. É claro que essa história do Éldrio vender laranja é brincadeira!!!!

Só o que é verdade é a parte da rádio!!

Abraço a todos e espero que não tenham acreditado!!!