quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Atualizando:

Conversei há pouco com o secretário Róger Régis Roos. Comentamos sobre o episódio do monumento ao poeta Aureliano que foi depedrado. Apesar de todo o "drama" e "sensacionalismo" que fiz em minha postagem anterior, fazendo uso de palavras chulas, devo dizer que é possível que não tenha ocorrido nenhum ato de vandalismo "consciente". Segundo informações, um homem meio tchuco vinha conduzindo sua bicicleta e grudou de frente com a estátua de Aureliano, que quebrou. O borracho sacudiu a poeira, pegou a bicicleta e saiu ziguezagueando pela Rua dos Poetas. Quando o monumento for recolocado, sugiro que instalem uma proteção em volta: contra vândalos, contra bêbados e contra blogueiros desbocados, como eu.

Nenhum comentário: