segunda-feira, 3 de novembro de 2008

A foto do Taborda


Eu adoro fotografia. Aliás, amo fotografia. Há algum tempo, até planejei de ter um estúdio e trabalhar profissionalmente com isso. Só que foi uma coisa que ficou para trás, quando fui passado para trás, há um tempo atrás. Hoje em dia, pouco tenho fotografado, apesar de amar essa arte e, afinal, ser que nem andar de bicicleta. Uma vez que se aprende não se esquece mais.

Mas, como diz o meu amigo Ovídio Fiorenza, fotografia não precisa de curso, precisa de prática. E está aí o meu colega Ânderson Taborda, por quem tenho o máximo carinho e admiração, fazendo fotos que são obras de arte. Gostei dessa que aí publico, que ele tirou em uma visita ao cemitério municipal. A foto ficou com um estilo gótico que poderia, perfeitamente, servir de inspiração para alguma cena em algum filme do Tim Burton ou mesmo inseri-la em algum clip do Evanescense. Postei porque gostei da foto. Agora, essa coisa de finados, visitar cemitério etc, longe de mim.

Respeito quem gosta, mas não vou em cemitério. Na verdade, o cemitério é algo realmente pré-histórico e que, na era da tecnologia, já deveria ter sido banido da sociedade. Essa coisa de caixão, túmulo, jazigo deveria ser extinta. Uma, porque prejudica o meio ambiente. E outra porque, ora, é algo realmente deprimente o cemitério.
Nossa cidade deveria e poderia comportar um crematório regional e assim em todas regiões ou grandes cidades. Seria uma solução mais limpa, organizada e políticamente correta. Claro, inúmeras pessoas seriam contra. Mas é um caso de evolução social, de dar um passo à frente, de aceitar o futuro e compreender que cemitério é uma coisa beeem do passado.

Errata- Escrevi errado o nome da banda Evanecense! Mas deixei o erro acima, porque foi comentado sobre ele.

Errata da Errata- Tá bom: é Evanescence!

6 comentários:

melia kindler disse...

Evanescense????? =/

hihihi
Nem sabe escrever direito!!!

;*

Cristiano Freitas Cezar disse...

Esqueceu de comentar o mais óbvio, sobre os cemitérios, meu caro amigo, são um tremendo desperdício de espaço.
Imagina quantos tomates dava pra plantar num "Jardim da Paz". É uma interessante discussão, uma boa briga pra comprar, se quiser aguentar hordas de religiosos nos teus ouvidos, dando motivos "racionais" para manter tudo como está.
Um abraço.

Ânderson Taborda disse...

Márcio que bom que gostou da minha foto. São poucas as pessoas que dão valor por essa arte. Parte do que sei, foi olhando teu trabalho.Valeu, amigo.

A. R. T. disse...

Bah! Que baita foto, essas estátuas de anjos clamando pros céus são inspiradoras.

Falando em foto, tá na hora de atualisar o imagens de Santiago, heim!? Hahaha, abraço!

Prof. Nei Colombo disse...

Lembrei dos contos do amigo Reiffer vendo a foto em questão. Abs

melia kindler disse...

Evanecense????
Errou de novo....hehehe

Evanescence!

;*