segunda-feira, 15 de setembro de 2008

O carnaval dos gaúchos




E iniciou a Semana Farroupilha. Os gaúchos de ocasião já tiraram o bolor de suas pilchas e andam exibindo-as nos bailes e carrreteiros que acontecem nos clubes e CTGs da cidade. Costumo dizer que a Semana Farroupilha é o Carnaval dos Gaúchos. É a época em que muitos gaúchos da moda aproveitam para mostrar o seu "amor pelo Rio Grande" e, de preferência, encher a cara de bebida. Um amigo me disse que ia aproveitar a Semana Farroupilha para "beber todas até miar" e que já estava com as botas lustradas. Ainda me convidou para ir junto nos bailes. "Não tem. Esses bailes para pegar as louquinhas são melhor que o Carnaval". Agradeci. Disse que não tinha pilchas. "Mas eu te empresto", ele ofereceu. Aí, tive que dizer que realmente não gostava de Semana Farroupilha e que antes de botar uma pilcha de gaúcho, iria usar antes uma roupa de palhaço. Não sou de ouvir música gaúcha, não sou muito fã de churrasco, não sou de tomar chimarrão, não ando a cavalo, acho que a revolução farroupilha foi uma imbecilidade (como é qualquer guerra em que se mate ou se morra) e sei pouquíssima coisa da cultura gaúcha e vou lá me apresentar fantasiado de algo que nada significa para mim? "Credo, nem parece que tu é gaúcho, tchê", me retrucou o amigo. Não dei a resposta, mas penso agora: sou gaúcho, sim. Assim como sou santiaguense, sou brasileiro, sou terrestre, habito esse sistema planetário. O que é ser gaúcho, gremista, sagitariano, bairrista? É apenas mais um rótulo. A nossa sociedade cria inúmeros rótulos, adjetivos, especificações.
É muita coisa para a gente "ser". Não consigo ser gremista ao mesmo tempo em que sou "santiaguense", ou ao mesmo tempo em que sou "brasileiro". Ser alguma coisa resulta em seguir um modelo determinado. Já acho complicado de ser simplesmente humano (o que é muito mais urgente do que ser gaúcho)...

3 comentários:

melia kindler disse...

Mudei as cores como eu havia dito! Se tu não gostar é só voltar ao anterior ^^
Mas assim ficou bem melhor de ler =D


Bjoo

Mario Câmara disse...

Gostei do seu texto.
Achei sincera e oportuna suas palavras e entendi o que você quis dizer ao escrever "já acho complicado ser simplesmente humana". Corroboro com sua colocação.
Parabéns!

A. R. T. disse...

Márcio hahaha, vou ter que te sacanear:

Aqui escrevestes:

"Não sou de ouvir música gaúcha, não sou muito fã de churrasco, não sou de tomar chimarrão"

E tava lendo no seu outro blog:

"Pois é, pessoal. Fiquei muito feliz em ter ganhado essa bomba, esse singelo presente que um amigo me deu. Já a usei e é excelente para tomar chimarrão, toda folheada em ouro. Divido com os leitores a alegria em ter ganhado essa bomba. E confesso: eu adoro chimarrão! Com a Erva-Mate São Gabriel, a erva mate de sabor fiel."

Haha, pode deletar se quizer o comentário!

Abraço!