terça-feira, 31 de julho de 2007

I'll Stand By You

Antes de começar a ler o texto, clique no vídeo e aumente o volume...

Ela pôs para rodar um antigo CD, de uma trilha selecionada só com músicas que marcaram a sua vida. Nostálgica, revirava antigos diários à procura do endereço de uma amiga com a qual há muito perdera o contato. Ela soprava os cadernos empoeirados e se deixava levar numa viagem rumo ao próprio passado e ria-se das bobagens que escrevera, dos versos mal-feitos que compôs, dos desabafos, dos sonhos, das esperanças, dos desejos secretos, do relato do primeiro beijo. Aquelas páginas cheias de "orelhas" faziam parte do livro de sua vida e, bem ou mal escritas, contavam a história de uma jovem inocente. Ora, ela ria de si mesma lendo antigos pensamentos, ora enternecia-se...
Inesperadamente, viu cair de meio das páginas uma flor amarelada e extremamente frágil ao toque mais brusco. No CD, Pretenders toca "I'll Stand By You".
Delicadamente, ela recolhe a flor achatada e seca, sendo invadida por um turbilhão de imagens. Do primeiro homem que realmente amou. Boba, sorria. Boba, chorava. Nem lembrava mais o porquê de não estarem mais juntos. Junto daquela flor lhe vinham à mente gestos, palavras, promessas, abraços, beijos, olhares. Seu coração apertou com as lembranças e as cobranças de uma vida não vivida, de um caminho não percorrido. Hora de abandonar o passado. Encontrado o telefone daquela amiga, ligou para compartilhar antigas emoções. A voz masculina que disse "alô" (era ELE...) fez o seu coração acelerar. (que clichê, pensou). Desligou. Não conseguia falar. Tudo tão rápido. No CD, Pretenders ainda tocava "I'll Stand By You"...

2 comentários:

Srta. Steinmetz disse...

Ontem, quando tu ligou eu já estava dormindo ^^ Mas hoje de manhã eu vi a chamada e a msg.

Qualquer coisa te mando e-mail sim.

Beijos.

Srta. Steinmetz disse...

Obrigada pelo comentário. Amei as tuas palavras =D

Beijos.